quarta-feira, 22 de maio de 2013

Erros, mentiras e comprometimentos

Desde o primeiro minuto se percebeu que o comunicado do Conselho de Estado tinha sido sujeito a um lifting, mas nunca  pensei que fosse de tão grandes dimensões.
A ser verdade o que tem vindo a lume, estamos perante uma situação gravíssima: o PR quis deliberadamente mentir aos portugueses. Para salvar a face pelo erro de ter forçado a demissão de Sócrates, mas também porque está refém do governo e ...do BPN. .
Acredito que tudo isto preocupe Cavaco e o deixe até um bocadinho envergonhado, mas se o objectivo do senhor de Belém, ao convocar o Conselho de Estado, era ter colinho, mais valia pedir miminhos à Maria. Poupava-nos à cena triste de um comunicado cheio de omissões e consequentes fugas de informação. ( Será que no próximo sábado o porta-voz Marques Mendes vai fazer mais alguma revelação, ou teremos de de aguardar por nova aparição de Nossa Senhora de Fátima?)
Pronto, senhor presidente, agora que já teve sete horas de colinho volte para a caminha e tenha um sono descansado, tá? Veja lá que até tive o cuidado de lhe arranjar um berço feito por Santo Agostinho, para que o senhor se sinta entre os seus...


6 comentários:

  1. O sonho de Sá Carneiro é o nosso pesadelo!

    ResponderEliminar
  2. O comunicado do Conselho de Estado foi o resultado do parto da "montanha que pariu um rato". Mais uma vez, a falta de clareza foi substituída por omissões e mentiras que, ao que parece, é apanágio de um Presidente, governo...etc., etc.,etc.

    http://lavarcabecas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Tenho de me retratar: tinha estranhado que tantos ilustres estivessem reunidos durante 7 horas, para a conclusão serem aqueles 5 parágrafos vazios de conteúdo prático. Afinal, foi ideia do zombie que não saísse cá para fora o que realmente nos interessa... :P

    Quanto ao resto, faço minhas as palavras da Rosa! :P

    ResponderEliminar
  4. Ao Marcelo Rebelo de Sousa que todos os domingos graceja com o facto de, por tudo e por coisa nenhuma, o Conselho de Ministros de reunir durante largas horas sem resultados visíveis, 'saiu a fava'.
    É chamado a um Conselho de Estado e ... zás, leva com uma 'seca' de 7 horas de nada.
    Muita parra e pouca uva, consubstanciada num sintético comunicado lido por quem, àquela hora, estava 'mais para lá que para cá'.

    Poder-se-iam calendarizar os próximos eventos. Do género 'guerra do Solnado': às 2ªs, 4ª e 6ªs, Conselho de Ministros, às 3ªas, 5ªas e sábados, Conselho de Estado.
    Ao domingo ... missa com a malta.

    Todos se sentiriam úteis e felizes.

    ResponderEliminar
  5. Cavaco não está apenas refém do governo e do BPN, mas também do negócio da Coelha, que nunca foi esclarecido. Nem bem, nem mal.

    Eu sei que ainda só nasci uma vez, mas aquela permuta cheira mal que se farta.

    ResponderEliminar
  6. Cavaco faz tudo para que não haja crise política em Portugal.
    Será assim tão terrível?
    Raramente tem dúvidas e nunca se engana, não é?

    ResponderEliminar