quinta-feira, 30 de maio de 2013

É só para lembrar...

...que hoje é feriado. Lá porque o governo nos roubou este feriado e nos pôs a trabalhar à borla, não quer dizer que as pessoas trabalhem... Ainda por cima há greve do metro, por isso é um bom  pretexto para fingir que trabalha, enquanto o governo finge que lhe paga.

4 comentários:

  1. Muito bem lembrado!
    Lembrei-me também, que podia ir às Finanças fingir que pago. Em Portugal, sê portuguesa!

    http://lavarcabecas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Era, Carlos. E não percebo como é que a Igreja optou, entre as várias alternativas disponíveis, por um dia que era, e é, fundamental na perspectiva da liturgia católica, centrada na comunhão, preferindo manter como feriado, por exemplo, o 15 de Agosto em que se comemora a Assunção de Nossa Senhora. Dá para perceber? Se calhar, até dá.
    Dão-se alvíssaras a quem encontrar uma explicação plausível.

    ResponderEliminar
  3. Graças à greve no metro pude estacionar o carro num local onde nunca encontro espaço e até deu para beber café com duas amigas!
    Parecia mesmo feriado! :-)

    ResponderEliminar