segunda-feira, 27 de maio de 2013

Caramelos Vaquinha (9)



Ana Avoila

A frase:
“Não acho nada uma greve conjunta melhor”- respondeu Ana Avoila a um jornalista que a questionava  sobre a razão de ter avançado para a greve sem contactar com a FESAP e o SQTE.

Num momento em que a UGT faz uma aproximação à CGTP, os funcionários públicos estão a ser martirizados e precisam de estar unidos, Ana Avoila vem clamar "eu é que decreto quando se faz greve quem quiser que me siga, eu não tenho de avisar ninguém que vou convocar uma greve. Aviso se quiser”.
Este discurso parece de Hélder Rosalino, ou de um qualquer ditador latino-americano,  mas foi de uma dirigente sindical  que,  pensava eu na minha ingenuidade, deveria defender os interesses dos trabalhadores ( neste caso os funcionários públicos).
Arménio Carlos bem tentou por água na fervura e no sábado, durante a manif da CGTP veio esclarecer que a CGTP não era dona dos trabalhadores e falou de Unidade das centris sindicais
Esta caramela é idiota , ou julga-se "proprietária" dos funcionários publicos?
Ana Avoila prestou um péssimo serviço aos funcionários públicos que, obviamente, o governo agradece. Avante Camarada! Deste um bom contributo para desacreditar o sindicalismo. Devias levar um pontapé no traseiro como recompensa.


7 comentários:

  1. Esta senhora não é um caramelo. É um torresmo.

    ResponderEliminar
  2. O sindicalismo português no seu melhor, que é o pior para os trabalhadores.

    http://lavarcabecas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. "Esta caramela é idiota , ou julga-se "proprietária" dos funcionários publicos?"
    Bem, para além de, obviamente, se sentir "proprietária" dos referidos, é, obviamente, idiota.
    Assim, há que, obviamente, correr com ela.

    ResponderEliminar
  4. "Esta caramela é idiota , ou julga-se "proprietária" dos funcionários publicos?"
    Eu acho que é as duas coisas, Carlos.

    ResponderEliminar
  5. Sempre a achei uma idiota arrogante mas, infelizmente, é o sindicalismo que temos.

    ResponderEliminar
  6. Também há gente cretina no sindicalismo.

    ResponderEliminar
  7. miguel varunca simoesquarta-feira, 29 maio, 2013

    o parque jurássico sindical veio a dar nisto esta Ana Avoila se um dia fosse poder, seria mais um Brejnev no feminino

    ResponderEliminar