quarta-feira, 10 de abril de 2013

A frase que Relvas omitiu no discurso do adeus


Relvas omitiu uma frase no seu discurso de despedida: saio de livre vontade, mas quando eu quiser.
Apesar de não estar confirmado oficialmente, adianto que vai sair na sexta-feira.  
Era giro alguém organizar uma manif à porta do seu gabinete para nos despedirmos dele com lenços brancos. Depois os manifestantes rumariam a S. Bento para fazer o mesmo à porta do PM e, finalmente, iriam até à Rua do Possolo, dizer adeus a Cavaco.

6 comentários: