terça-feira, 26 de março de 2013

Semana Santa

Não terá sido certamente mera coincidência a Alemanha ter escolhido a Semana Santa para crucificar a Europa. Ontem Schaueble não escondia a sua satisfação pelo facto de a Alemanha ter visto aprovada a sua proposta em relação a Chipre, apenas mais uma etapa na Via Sacra que pretende submeter ao seu jugo despótico os pequenos países do sul da Europa.
Desiludam-se os que acreditam na Ressurreição em domingo de Páscoa, pois são muitas as vozes que manifestam o seu cepticismo. E não é apenas gente de esquerda, como Manuel Alegre, neste texto no i a manifestar a sua apreensão quanto ao futuro. Também o insuspeito Adriano Moreira escreve um artigo nesse sentido no DN, que merece leitura: o pirata de Espronceda 

1 comentário:

  1. A UE está efectivamente a trilhar um caminho que a conduzirá ao calvário, Carlos :(

    ResponderEliminar