segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

A canelada

Marcelo Rebelo de Sousa disse que o sermão de Pedro aos pastorinhos, em Fátima, foi uma canelada a Cavaco. 
Concordo em absoluto com MRS e devo dizer que Cavaco está a ter o que merece, pois passou o seu primeiro mandato a dar caneladas a Sócrates, até se conseguir ver livre dele.
Não consigo é compreender como é que um PR se deixa humilhar a este ponto por um PM. Terá  medo que a Coelha saia da toca?
Ainda a propósito do post anterior: aconselho ao boca de brioche, apostado em despoletar um conflito de gerações na sociedade portuguesa, que veja este filme. Não é que  aprenda alguma coisa, mas fica a saber  que pode ter uma morte assim. E, de preferência, que seja a própria filha a dar-lhe a estocada final.  Praga de Escorpião!

3 comentários:

  1. Cavaco pôs-se a jeito, não lembra ao careca, mas pelos vistos lembrou ao homem da coelha, optar pela remuneração de reformado em vez de dignificar a função e receber o salário de presidente. Toma e embrulha estão todos bem uns para os outros.

    ResponderEliminar
  2. Porque será que não me admira? E não tenho pena nenhuma do PR, que nem devia conseguir andar se levasse todas as caneladas que merecia... :P

    ResponderEliminar
  3. Carlos,
    Não espere nada do actual PR.
    El;e vai, tranquilamente, gerir o seu mandato até ao final.
    Sem grandes ondas ou polémicas.

    ResponderEliminar