domingo, 21 de outubro de 2012

Que tal um pouco de vaselina?


"Luís Montenegro assumiu que à necessidade de olear permanentemente a relação entre os partidos que compõem a coligação governativa." ( o à  a negro é meu, porque é sempre bom sabermos como estão a ser formados os jornalistas hoje em dia).
Face a esta declaração de  Luís Montenegro, sugiro ao líder parlamentar do PSD  um  lubrificante  muito apropriado às circunstâncias.

7 comentários:

  1. Ó Carlos, você está cada vez mais mauzinho.... Está pior que eu!.... Mas que é um bom conselho, lá isso é... Quantos à formação dos jornalistas, nem é preciso dizer mais nada!

    Boa semana!

    ResponderEliminar
  2. O jornalismo em Portugal está como tudo o mais: pelas ruas da amargura... :P

    Quanto à coligação governativa que se besuntem à vontade! Se bem que desconfie que em vão... :S

    ResponderEliminar
  3. Pois...num país onde cursos de 4 anos são feitos em um, ou seja, à la minute, não admira que haja jornalistas que não saibam a diferença entre um há e um à...lol

    Quanto à vaselina PACU, ela é recomendada para profissionais.

    Será que o Luis Montenegro é profissional nessa área?:))

    Um beijo e até amanhã!!

    ResponderEliminar
  4. Uma almotolia também era boa ideia, oleava a coligação e o português dos jornalistas que está cada vez mais pelas ruas da amargura

    ResponderEliminar
  5. Assino por baixo. Um lubrificante à maneira. Mas este à está certo. Não o outro.

    ResponderEliminar
  6. Carlos,
    Ao ouvir Paulo Portas, fiquei com a sensação que estava a ouvir o toque de finados.
    Para quem não quer uma crise política, uma declaração daquelas é uma bomba atómica!!
    Aquele abraço e votos de boa semana!!

    ResponderEliminar
  7. Tenho um manual de jornalismo à moda antiga. Ou seja, bem feito.
    Não dou aulas, até porque cobro muito, mas estou em condições para ensinar, pontualmente, umas coisitas a quem se mostre interessado.

    Quanto ao creme: o Carlos já se certificou se Luís Montenegro AINDA precisa do material?
    Nunca se sabe...

    ResponderEliminar