sábado, 8 de setembro de 2012

O boca de brioche falou?

Estou com imensa dificuldade em aceder à Internet, neste fim do mundo onde me encontro, mas não quero deixar de agradecer a todos os que vieram felicitar o CR, no dia do 5º aniversário, e a todos os leitores em geral, o incentivo que me têm transmitido com as vssas visitas e comentários. Bem hajam!
Entretanto, já sei das últimas aventuras do boca de brioche, pois pessoa amiga avisou-me ontem à noite. Lamento não poder escrever aqui o que sinto neste momento, mas tenho-me lembardo muito de Saramago.
Na próxima semana, cá estarei
Até lá, apenas vos poso dizere que compreendo as medida e achoa-as condizentes com as suas lamúrias pré-eleitorais.
Ele sempre disse que "pôr o país a pão e água não era solução". Ele sabia que todos tínhamos de optar entre uma ou outra, porque pão e água é luxo próprio de países ricos.
Por mim aviso desde já que prefiro o pão. Quando estiver seco, sempre lhe posso atirar com ele às trombas! 

8 comentários:

  1. Se o Carlos não se encontrasse nesse fim do mundo, eu tinha-lhe enviado uma call-girl soberba, chamada Ana, para festejar o 5º aniversário do CR.

    Quando o Carlos regressar ao mundo civilizado, esqueça o boca de brioche, e para descontrair, veja o novo filme de Woody Allen "To Rome With Love"; lá encontrará a mulher dos seus sonhos, mais sexy do que nunca.

    ResponderEliminar
  2. Carlos
    As más notícias correm depressa. Pelos vistos já chegarm por aí onde anda.
    Abraço
    Rodrigo

    ResponderEliminar
  3. pois falou!

    e é triste demais para ser verdade, mas não é dia de mentiras, por isso, nem sei se falou, ou se estou a sonhar.

    beij

    ResponderEliminar
  4. Agora também li, que o primeiro-ministro português, Pedro Passos Coelho, anunciou novas medidas de austeridade para o país endividado na sexta-feira (07/09).
    Maiores contribuições para a seguridade social foram introduzidas para trabalhadores dos sectores público e privado, enquanto as da entidade patronal foram reduzidas.

    O discurso de Passos Coelho veio após mais uma visita dos representantes da troika – formada por Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional – a Portugal, o país mais pobre da Europa ocidental.

    Compreendo a sua indignação, Carlos, mas se lhe arrebentar as trombas, o Carlos vai preso e não adianta mesmo nada; ele vai continuar primeiro ministro e, se o PS não arranjar, o mais depressa possível, um candidato mais competente do que o Seguro, o PPC vai ficar no governo ainda por mais tempo do que o previsto.

    ResponderEliminar
  5. Também estive num local onde a net nem sempre funcionava!
    Parabéns atrasados!
    Quanto à criatura em questão até fico com náuseas...:-((

    Abraço

    ResponderEliminar
  6. Falou, sim, e como sempre nada de bom saiu da sua boca, mantendo a postura hipócrita do costume e baralhando as contas, que só hoje alguns entendidos já esclareceram: vai roubar mais do que o que diz, pode crer! :P

    ResponderEliminar
  7. Vou também juntar pão seco e um dia juntamo-nos...!

    ResponderEliminar