quarta-feira, 11 de julho de 2012

Digam-me que não é verdade, por favor!

Tenho andado muito ausente das notícias vindas de Portugal. É uma opção deliberada mas, infelizmente, não totalmente conseguida. Hoje ouvi uma conversa que, espero, não seja verdade. Que o governo continue a distribuir prebendas pelos seus correligionários, ofertando-lhes lugares em conselhos de administração de empresas públicas, não me espanta. A apregoada honestidade de processos proclamada por PPC sempre foi uma ficção da comunicação social e de alguma blogosfera acoitada nos gabinetes ministeriais. Mas, se for verdade que José Luis Arnaut foi  nomeado para adminsitrador da REN, então estamos mesmo perante um caso de desaforo inqualificável. E não me venham dizer, uma vez mais, que é uma empresa privada e o governo nada tem a ver com isso 

9 comentários:

  1. Meu caro Carlos, essa notícia já tem mais de um mês e é mesmo verdade!
    À velocidade que as coisas acontecem, não admira ficarmos desactualizados!

    ResponderEliminar
  2. Na verdade

    entretanto --- há mais casos recentes

    ResponderEliminar
  3. Para a próxima, ainda não conto dar-lhe boas noticias...

    ResponderEliminar
  4. Portugal é muito "piqueno"... Eles têm que ir para algum lado!!! É por isso que estão a privatizar TUDO... Para acabar com estas poucas vergonhas... Afirmava o Vómito (lic1ano)

    ResponderEliminar
  5. Só deu para ver agora?!... O governo da verdade e da transparência faz ainda pior que os outros. Mas este povo cego desculpa-os sempre.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  6. É verdade e foi acompanhado do pequenote porta voz do PSD... um tal qualquer coisa Moreira!!

    ResponderEliminar
  7. Infelizmente estas notícias são sempre verdadeiras mesmo que nos pareçam anedotas.
    O desvio dos subsídios de férias e Natal também continua a ser verdade.
    Deixa-te ficar na "Ilha" para não enfrentares a realidade que é dura e difícil de engolir.

    Até ao teu regresso mas não tenhas pressa amigo

    ResponderEliminar
  8. Claro que o "Asnô" teria que ter uma prenda...

    ResponderEliminar