quarta-feira, 18 de abril de 2012

Vozes de Abril (14)

Mais uma vez, terão de seguir o link. Mas vale a pena para ouvir Mário Viegas

6 comentários:

  1. Voz do meu querido Bertold Brecht!!!

    Não posso dizer que é o meu poema preferido, porque TODOS os poemas do Bert são os meus preferidos.

    Estou-lhe tão agradecida, Carlos, por esta surpresa que até o deixava fumar cá em casa!!!

    ResponderEliminar
  2. Como permanecem pertinentes todas as tantas perguntas feitas.

    Tenho cá a impressão que Brecth não era alemão. Talvez português, alentejano (se me não engano) pois é nesse nosso povo que reconheço ironia assim... e para nosso mal, bem actual.

    ResponderEliminar
  3. Camarada Rogério, o Eugen Berthold Friedrich Brecht era bem alemão, já estive na casa onde ele nasceu em Augsburg, mas se tivesse de ser português, então, PORTUENSE!!!

    ResponderEliminar
  4. Dois momentos do Mário Viegas que nunca esquecerei, Carlos.
    O Dantas e o excelente Killas.
    O Killas, que vi em casa de amigos, foi inesquecível até pela reacção do pai dos meus amigos, sujeito austero, ao filme (foi embora a meio) - "meus senhores, tenho de cinema português para os próximos vinte anos!!

    ResponderEliminar
  5. Mário Viegas e Brecht conjugam-se no verbo questionar, apontando as páginas da História Universal... Muito bom! :)

    ResponderEliminar
  6. Carlos
    Vale sempre a pena fazer tudo para ouvir o Mário Viegas. Outra grande voz de Abril. Quanto por ele conhecemos?
    Estava a ler o post anterior e a lembrar-me de Brecht. Está na altura de divulgar aquele poema que se refere à indiferença com que muita gente encara os "azares" dos outros, até que um dia...
    Abraço
    Rodrigo

    ResponderEliminar