domingo, 4 de março de 2012

Carta de despedida



Lamento, mas não é por termos vindo vencer à Luz que mudo a minha opinião.
É bom que não esqueça, meu caro Vítor, que antes das arrojadas substituições que deram certo na Luz, fez muitas outras que se revelaram desastrosas e nos fizeram sofrer humilhações, como a eliminação da Liga dos Campeões. Desta vez teve sorte, mas não abuse dela…
Houve mérito na vitória, sem dúvida, apesar das queixas da arbitragem da equipa derrotada que já se tornaram tão banais que não merecem qualquer crédito.
Devo dizer-lhe  que, apesar da vitória, continuo com muitas dúvidas quanto à possibilidade de virmos a ser campeões. Mas, se isso vier a acontecer peço-lhe, como adepto, que se demita no final da época. Poderá assim sair em glória  e deixar  sempre a ideia de que é treinador à altura do nosso clube. Os seus críticos (entre os quais me incluo) agradecer-lhe-ão a vitória. Se insistir em ficar, vai dar-nos oportunidade  de demonstrar que temos razão em não acreditar em si.Olhe que o Jesus não vai ficar eternamente  à frente do Benfica...
Desculpe a crueza das críticas, mas não quero ver o meu FC do Porto arrastar-se mais uma época pelos relvados, desbaratando uma equipa de sonho na conquista de troféus que não ultrapassam os limites das nossas fronteiras. Só se conquistam  triunfos além fronteiras  com ambição, que é aquilo que lhe falta, meu caro Vítor. É por isso que nunca será um treinador à nossa medida.
Obrigado por tudo e votos de muitos sucessos além-fronteiras.

11 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. Subscrevo na íntegra!!
    Apoiadíssimo!!!

    ResponderEliminar
  3. Já não é nada mau, Carlos, o que respeita o nosso querido FCP estamos sempre de acordo.

    Abraço de uma portista ferrenha.

    ResponderEliminar
  4. É extraordinário como o futebol é um mundo completamente à parte.
    Mesmo os mais capazes, honestos e inteligentes, quando chega a dar opinião sobre futebol, pimba, o clubismo acima de tudo.
    Aquilo que é transparente passa a turvo e o que é turvo passa a límpido.
    Cumprimentos e a continuação de boas postas.

    ResponderEliminar
  5. O Chelsea acaba de despedir
    o Vilas Boas. Na velha Albion os árbitros raramente contribuem para os resultados dos jogos, é uma mania que eles lá têm....

    ResponderEliminar
  6. Pois bem, anónimo, não é só no futebol, mas também na política e no amor, que "aquilo que é transparente passa a turvo e o que é turvo passa a límpido".

    Neste caso, eu cega do olho azul, digo que o meu amigo Carlos tem toda a razão.

    ResponderEliminar
  7. O Villas-Boas está à procura de emprego, o Domingos também...

    ResponderEliminar
  8. Subscrevo inteiramente!!
    E, para sermos campeões, "só" faltam o Braga, o Sporting, o Marítimo, o Guimarães,......
    Fogutes?
    Nem pensar!!
    Aquele abraço e votos de boa semana

    ResponderEliminar
  9. O giro nestas coisas é discordarmos...
    E quem se assina desta vez é o derrotado de sexta à noite!
    Um abraço.

    ResponderEliminar