sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Portugal não é a Síria?

Para já ainda não, mas para lá caminha. Como se explica aqui.

8 comentários:

  1. Já só faltam os tiros...

    ResponderEliminar
  2. O governo Assad tem os dias contados e, o Carlos crê que o governo português também tem tem os dias contados?!

    Será que a Primavera Ibérica está à vista? Nunca se sabe!

    ResponderEliminar
  3. Isso é o que CR deseja? E para quê? Para depois se refugiar em casa a tremer de medo? Ah, depois é só chamar o dr.Garcia Pereira (ainda a gozar uma adolescência que nunca viveu)que o possa salvar de um fuzilamento quase certo pelas forças reaccionárias da direita.
    Eu bem me queria parecer que não vivo em Portugal.
    Ó CBO o MRPP ainda existe?

    ResponderEliminar
  4. Carlosamigo

    Continuas a ser um perigoso elemento subversivo, não mudas nada... e ainda bem que não mudas nada.

    Penso que esta merda não chegará a tais extremos. O que diria o mini-Relvas(*)?

    Abç

    ---
    (*) Quer dizer ministro. Para que conste.

    ResponderEliminar
  5. Ematejoca
    Sou mais versão Jangada de Pedra. Por aqui não haverá primavera, apenas um enorme naufrágio à Titanic

    ResponderEliminar
  6. Voz a0 db
    Faltam? Mas olhe que pelo que vi na manif de 5ª feira,não devem demorar muito...

    ResponderEliminar
  7. Carlos II
    Quando eu for rico ofereço-lhe um curso para aprender a interpretar textos. Promessa de Escorpião

    ResponderEliminar
  8. HenriquAmigo
    Nasci com um problema no chip :-) Nada a fazer... Mas, obviamente, que não acredito que cheguemos à Síria. Já chegámos à Madeira, o que é igualmente preocupante.

    ResponderEliminar