terça-feira, 8 de novembro de 2011

Balanço da greve dos transportes

Foto da Internet ( blog Camelo)







Os trabalhadores das empresas de transportes públicos têm todas as razões para protestar e fazer greve mas - mesmo tendo em consideração que a política do governo em relação aos transportes tem sido errática e perturbadora- não me parece que com uma greve geral convocada para dia 24, tenha sido uma boa ideia avançar com uma greve dos transportes públicos hoje.


A adesão foi significativa, mas a única vantagem que enxerguei, foi dar a perceber a toda a gente (e já agora também aos extra-terrestres Helena Matos e Álvaro ) como seria o trânsito em Lisboa sem transportes públicos.


Com aquela expressão indefinida, entre o incrédulo e o pasmado, o Álvaro veio finalmente assumir que encerrar o Metro às 23 horas é um disparate. Talvez da próxima perceba que já devia ter demitido o grupo de trabalho que nomeou para estudar os transportes públicos.

4 comentários:

  1. Percebeu? Já não é mau. Vale mais tarde que nunca.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. felizmente que...

    "6 — A participação dos respectivos membros no grupo de trabalho
    não lhes confere direito a retribuição adicional."

    mas vou ler o relatório... pois ainda não tive a oportunidade!

    ResponderEliminar
  3. bem... que relatório!!! é mais uma apresentação que outra coisa pois os dados que permitiram chegar às conclusões não constam nele!

    ResponderEliminar
  4. "My god"... ntão desorientados devem ser que nem as pensam...

    ResponderEliminar