sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Tome umas vitaminas, que isso passa.

Enquanto pede sacrifícios aos portugueses, lhes mete a mão no bolso e exige mais trabalho, Passos Coelho vai de férias ao fim de um mês de trabalho, coisa a que nenhum trabalhador deste país tem direito. Estava cansadinho, coitado... mas os funcionários públicos é que são malandros e calaceiros.

10 comentários:

  1. Há que apertá-lo

    também na praia

    ResponderEliminar
  2. O meu caro ainda não percebeu que o país não se encontra numa situação política normal. O Estado faliu, sabe! E esse jogo entre esquerdas e direitas hoje perante tal conjuntura não se coloca.
    O actual governo é simplesmente o interprete de resoluções externas. Ou está convencido que os governantes são tão masoquistas ao ponto de colocarem o povo a viver pior.

    ResponderEliminar
  3. Carlos II
    É um optimista! Acredita que PPc ou Gaspar tenham alguma sensibilidade social? Para já não falar em Relavas ou no ministro Álvaro...
    A única sensibilidade deste governo é números, paixão pelos detentores do capital (vide caso BPN) e mordomias para eles e restante pesoal dos gabinetes.

    ResponderEliminar
  4. Não sei porque não lhe disse antes: amo os títulos de seus posts!
    Saudades de ti.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Pois...
    E tantos de nós à procura de trabalho...
    Bom fim de semana, Carlos.

    ResponderEliminar
  6. Olá,

    A Dª Luisa, que me alugou a casa de praia
    nem lhe passava pela cabeça o pulo que o IVA da energia daria.

    Digo eu...

    na "Praia da Minha Vida"

    ResponderEliminar
  7. Eu espero que tudo se ajeite com o tempo. O tempo é o melhor remedio para tudo até para politico sujo.
    com carinho Monica

    ResponderEliminar
  8. Oh! Carlos! (creio que tenho aqui um ponto de exclamação a mais) – pode-me explicar que embirração é essa com o ministro Álvaro?! : )))

    ResponderEliminar
  9. Liguei o computador de novo apenas para lhe dizer, Carlos, que a pergunta ali acima é mais ou menos retórica!... e foi feita com um sorriso. : )
    Bom fim de semana prolongado.

    ResponderEliminar
  10. Catarina:
    Não é nenhum ódio de estimação,mas a sua atitude de tursita que veio passar férias remuneradas a Porytugal e não percebe népia do páis, irrita-me. Não é de agora... já me irritava quando escrevia no blog :-)

    ResponderEliminar