quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Noites de cinema

Talvez seja abusivo considerá-lo um dos melhores filmes de sempre, mas muitos concordarão que é um grande filme. Ou não?
O título desmente o que escrevi no final do post anterior...



15 comentários:

  1. Carlos
    Eu considero um grande filme.
    abraço

    ResponderEliminar
  2. Pois é, Carlos, os Yankees são uns patifes, mas todo o mundo gosta do cinema, dos realizadores, e dos filmes americanos.

    Foi uma amiga da Esquerda que me obrigou a ir com ela ver esta "Beleza Americana" e também eu o considero um grande filme, com fantásticos actores Yankees.

    Está perdoado, meu caro Carlos, pelas as suas últimas e injustas palavras no post anterior.

    ResponderEliminar
  3. É um grande filme, mas há por lá melhor, muito melhor.
    :))

    ResponderEliminar
  4. Amigo Carlos; na verdade tive que perguntar a um cinéfilo via telemóvel (outra invenção cuja responsabilidade cabe aos yankees) o título deste filme "A Beleza Americana". Como dependente e influenciado pela cultura yankee, aliás, como todos nós ocidentais, fico grato por estar a dialogar consigo através da net, outra desgraça yankee.

    ResponderEliminar
  5. Gostei de "Beleza Americana", considero Kevin Spacey um grande actor, mas nunca colocaria este filme entre os melhores que vi na vida. Gostos! :)

    ResponderEliminar
  6. Em resposta ao seu comentário:

    Há pelo menos dois maridos alemães que não são machistas: o meu e o da Angela Merkel!!!

    ResponderEliminar
  7. Ematejoca:
    O que respondi ao Carlos II no post anterior, serve também para si ( parcialmente)
    Mas não estou a pedir desculpas, Teresa. Estou apenas a querer dizer que o título do filme não tem nada a ver com a realidade americana :-)

    ResponderEliminar
  8. Teté:
    Eu também não! Apenas o considero um excelente filme. À frente dele, colocaria pelo menos uns 100

    ResponderEliminar
  9. Carlos II
    Gosto do seu humor, sinceramente.
    Diga-se, de passagem, que não é uma característica nada Yankee.
    O pouco humor que eles têm é influencia dos ingleses...
    Esclareça-se que não sou anti-americano. Se fosse a Zara a comprar a Richmond, a minha reacção seria idêntica, ok? Aliás, ainda bem que falou disso, porque tenho um post para escrever sobre esse paraíso da moda, produzida à custa de trabalho escravo. Mas depois e conto, prometo :-)

    ResponderEliminar
  10. É um bom e estranho filme!
    Pelo menos foi isso que senti quando o vi...

    ResponderEliminar
  11. Gostei do Beleza Americana, mas concordo com você(s) há melhores.
    Zara ( e algumas outras 5) e o trabalho escravo...foi um choque pra mim sabia? Nos dias de hoje?!
    beijo

    ResponderEliminar
  12. Um filme fabuloso, Carlos.
    Com um protagonista excepcional

    ResponderEliminar
  13. Mariateresa:
    Então, assim que o encontre em DVD, compre à confiança, porque vale a pena...

    ResponderEliminar