segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Explique-se lá, senhor primeiro ministro!

Já passou uma semana, mas não me conformo e volto uma vez mais ao negócio do BPN, vendido ao desbarato a um amigo de Cavaco. Quando Sócrates era PM, PPC defendeu que os governos deveriam ser responsabilizados por práticas ruinosas. Enquanto o actual primeiro-ministro não explicar direitinho aos portugueses porque preferiu vender o BPN a um amigo de Cavaco, por 40 milhões, quando havia uma oferta de mais de 100 milhões e sem despedimentos, tenho o direito ( e o dever) de continuar a pensar que este negócio foi muito escuro.


O prof. Marcelo "lava mais branco" Rebelo de Sousa bem tentou justificar o negócio. Sem êxito... Este vai ser o governo dos negócios escuros, como Miguel Sousa Tavares explica em entrevista ao DN

6 comentários:

  1. Carlos,
    Como já escrevi há algum tempo no meu blogue, há que saber ler o MST.
    Ele é o meu amigo Faustino, isto é, é contra.
    Por isso, tenho sempre algum cuidado na leitura do que ele escreve.
    Critica Marcelo porque é senacionalista.
    E ele?
    Não é?
    Longe vão os tempos da Grande Reportagem em que eram apresentados factos.
    Suspeitas?
    Não compro!!

    ResponderEliminar
  2. Já estão a investir no futuro, no deles claro.
    Quando isto der para o torto e não vai demorar muito eles então repartem entre si a parte que nos roubaram.

    ResponderEliminar
  3. Carlos
    Aquela "estória" do pessoal tirar férias em Agosto (grande parte) faz com que suavemente este País esteja a ser vendido aos amigos a preço de saldo.
    É confrangedor a indiferença que vai por aí. Mas pronto quem sou eu para querer "obrigar" as pessoas a estar atentas, mesmo em férias.

    ResponderEliminar
  4. Quando o pessoal voltar de férias é que vão ser elas!

    ResponderEliminar
  5. A Rosa dos Ventos disse tudo... deixem o pessoal vir de férias.
    Esta 'negociata' está mais suja do que uma pocilga.
    Outro 'engulho' é vermos a classe média/trabalhadora a ser sacrificada para dar aos ricos.
    Robin dos Bosques era muito mais humano; roubava aos ricos para dar aos pobres.
    Assistimos às politiquices da política!

    ResponderEliminar
  6. Gosto do MST, nem sempre fala do que sabe,de forma que às vezes lá vêm umas calinadas, mas sabe sempre do que fala e tem uma grande independência de espírito. De resto do que ele fala, só se perdem as que caem no chão...

    ResponderEliminar