quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Allô, allô!

Senhor primeiro- ministro. Não sei se ainda está de férias, por isso peço desculpa se o estou a incomodar, interrompendo-lhe a sesta...


Só o queria avisar que depois de Warren Buffet ter pedido aos políticos para não mimarem os ricos, os milionários franceses vieram dizer que estão dispostos a pagar um imposto extraordinário para ajudar a combater a crise. Não acredita? Então leia aqui, s.f.f.
Como reagiram os nossos ricos?




Em minha opinião depende de o senhor lhe dar o brinquedo nuclear, mas não estou bem certo que ele se contente com tão puco. Sabe como são os americanos... ( pois, eu sei que ele não é americano, mas isso agora também não interessa nada...)


Vá lá, senhor primeiro-minsitro, acorde e venha trabalhar, que os ricos estão à sua espera para o ajudar a salvar o país.
Está desconfiado? Olha que coincidência!Também eu...

10 comentários:

  1. Carlos
    O meu caro é "lixado". Pelo menos o comendador já mostrou o seu grau de altruísmo quando cedeu aquelas preciosidades todas para a exposição no CCB.
    Quem sabe se não vamos ter por aí um leilão a favor dos pobres ou seja, deste pobre País. Quem sabe se aquela colecção de Budas que tem aqui para as minhas bandas não será vendido a bom preço e com isenções fiscais para a reconstrução da Líbia, pois há que substituir as estátuas do Kadafi que vão sendo destruídas. Pronto já fui longe de mais.

    ResponderEliminar
  2. Já não se pode passar umas férias em paz... : )

    ResponderEliminar
  3. E eles gritarão em coro:
    "Não pagamos! Não pagamos!"
    E mudam as sedes das empresas para a Holanda como muitos já fizeram!

    ResponderEliminar
  4. Eu já nem dei muito crédito a este governo na hora de votar e agora digo com todas as letras: são muita fraquinhos! Quanto a estar desconfiado eu já estava antes e só tem piorado...

    ResponderEliminar
  5. Folha seca:
    O meu amigo faz essas propostas e eu é que sou lixado ?:-)))
    Olhe que se os Budas o lêem não vão gostar nadinha da ideia...

    ResponderEliminar
  6. António Reis:
    Eu também não. Se eles quiserem crédito vão ao Totta.

    ResponderEliminar
  7. Este Amorim é um pândego, Carlos.
    O que me rio com ele!!!

    ResponderEliminar
  8. Esta conversa de ricos e pobres já enjoa tanto e o termo está tão demodé que penso que os "pobres" ou quem luta em nome deles teria muito mais a ganhar se usassem outro argumento.

    Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  9. Só sedas:
    Lamento, mas a verdade é que os pobres existem, mesmo que isso incomode muita gente. E os ricos e que se estão marimbando para os pobres, também...

    ResponderEliminar