quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Abutres

Na Europa não há dinheiro para combater a pobreza, ajudar os países em dificuldades, ou matar a fome. Mas há dinheiro para alimentar a guerra .
Apesar da crise, tudo como dantes...

14 comentários:

  1. Fui investigar aquela outra notícia que me deu, mas parece que é, precisamente o contrário... era estranho porque, por exemplo, aceitar as nossas reservas de ouro como garantia... os 14 mil milhões que ainda temos (se calhar menos)seria como tentar fechar o túnel do metro com uma formiga ;)
    Vou tentar pôe aqui o
    link

    ResponderEliminar
  2. Por enquanto são “rebeldes” em quem confiam... E daqui a algum tempo? Para onde se virarão esses rebeldes? Não se trata de um “dejá vu”? A história repete-se.

    P.S.
    Carlos, perdeu um enigma dificílimo – o meu, de ontem à noite! Embora se trate de alguém que lhe é muito querido, a forma como o apresentei ter-lhe-ia dificultado a resposta. Abraço. : )

    ResponderEliminar
  3. Comento pela primeira vez para dizer isto: não tivesse a Líbia petróleo e bem se poderiam andar por lá a matar uns aos outros!(é só lembrar dos desastres humanos que aconteceram e acontecem no Mundo devido à guerra e às ditaduras). Ah, mundozinho hipócrita e cínico!

    ResponderEliminar
  4. São adiantamentos de retorno garantido e alto juro, no problem

    ResponderEliminar
  5. Notícias como essa me fazem ter a certeza que meu mundo NÃO é esse.

    ResponderEliminar
  6. ISA:
    Eu dei-lhe a notícia sob reserva, como sabe, mas o que agora me diz faz todo o sentido.

    ResponderEliminar
  7. Catarina:
    sendo eu muito mau a decifrar enigmas, fiquei surpreendido comigo próprio pela facilidade e rapidez com que o decifrei. Mas, como lhe disse, tem uma explicação...

    ResponderEliminar
  8. Maria de Sousa
    Seja bem vinda ao CR e à caixa de comentários.
    Pois eu acredito que agora é que eles se vão começar a matar uns aos outros...

    ResponderEliminar
  9. : ) A referência ao grau de dificuldade foi apenas uma ironia, como já se apercebeu. Com efeito, pensei no Carlos, quando “criei” este enigma! : )

    ResponderEliminar
  10. A "GUERRA" é um dos motores (económicos) principais da actual Civilização. Não sei porquê o espanto de haver dinheiro para a GUERRA e não para alimentos e outras "tretas do género".

    ResponderEliminar
  11. Aqui também existrm alguns abutres a avaliar pelos rendimentos declarados pelos vários menbros do governo, bem como pelos salários de alguns gestores púlicos, como por exemplo na CGD...

    ResponderEliminar
  12. Caro Carlos
    É exatamente como diz: agora é que eles se vão começar a matar uns aos outros, sobretudo quando a Nato sair e todos quiserem o "poleiro". É mais um Iraque e mais do mesmo.Confirmo: munduzinho hipócrita este. Só o Dafur não interessa nada!Afinal são só crianças a morrer de fome, mulheres a serem violadas sistematicamente e crianças a serem homens cedo demais, não há nada lá que interesse aos senhores da guerra: nem petróleo, nem gás natural, nem negócios de armas (os que a fazem são já clientes e, dos melhores, não é necessário fazer campanhas publicitárias porque os "sem nada", nem sequer dignidade hummana, não têm dinheiro para as comprar e a Nato não ajuda!

    ResponderEliminar