quarta-feira, 13 de julho de 2011

Noites de cinema

Não fosse a concorrência de outro filme fabuloso que nesse ano arrecadou quase uma dezena de Óscares, talvez este magnífico filme tivesse ganho o de "Melhor Filme". Ainda não o tenho na minha "filmoteca", mas em breve lá estará.


9 comentários:

  1. Eu na praia agarrado ao poema
    O Carlos ao cinema
    Ambos sujeitos à onda
    que venha
    e nos molhe, leve ou acorde

    ResponderEliminar
  2. Vi-o noutro dia na televisão, mas porque tinha lido primeiro o livro, estive a notar as diferenças e a concluir que não estava à altura do que tinha imaginado...(acontece-me isso normalmente quando leio primeiro o livro).

    ResponderEliminar
  3. Eu adorei!!! Filme absolutamente inesquecível.

    ResponderEliminar
  4. O leitor, foi dos melhores filmes daquele ano... um ano invulgarmente repleto de bons filmes :)Inesquecível. Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Ainda não cheguei a ver, mas se do elenco consta Ralph Fiennes é bom de certeza.

    Como a D. Redonda diz, quando se lê primeiro o livro, o filme já não é a mesma coisa. E isso acontece muitas vezes.

    ResponderEliminar
  6. Adorei este filme! Não fosse a concorrência renhida de outros bons filmes, teria sido mais oscarizado... :)

    ResponderEliminar
  7. Ah...esse eu tenho...e ele é tão lindo...daqueles lindos de doer.Até hoje me sinto dividida quando penso nele :o)

    ResponderEliminar