quarta-feira, 15 de junho de 2011

Portugal vai a leilão





Cavaco recebeu Passos e deu-lhe autorização para vender Portugal em leilão, legitimando assim a vontade popular. Assim que Coelho saiu da toca de Belém, começaram a chover os telefonemas, cobrando a factura do apoio eleitoral.


O pedaço mais cobiçado é a RTP, logo seguida da TAP. O BPN, ao preço da uva mijona, também deverá ser arrematado em hasta pública, apesar de a CGD ser o quinhão mais desejado. Seguir-se-ão as Águas de Portugal e as empresas de transportes públicos, provavelmente vendidas em lotes pelo melhor preço e sem base de licitação. Foram os portugueses que escolheram, por isso, não vale a pena carpir mágoas.É com os erros que os portugueses têm de aprender a crescer e a ter consciência política. O problema é que todos vamos sofrer , graças à inconsciência de uns quantos.

9 comentários:

  1. Eu não diria inconsciência de uns quantos. Diria antes estultícia de imensos.

    ResponderEliminar
  2. Carlos
    A questão não se pôe nas escolha (consciente)dos Portugueses. Salvo algumas poucas excepções criou-se uma autêntica cortina em volta destas questões durante a campanha eleitoral. Um dia acordamos e não temos nada que ateste a nossa soberania. O mais complicado é que o retorno pode ser quase impossível de conseguir.

    ResponderEliminar
  3. A seguir ao 25 de Abril alguém pronunciou esta frase de aviso: Cuidado, porque os que agora aplaudem a revolução, são os mesmos que bateram palmas a Salazar!

    ResponderEliminar
  4. Bem dito amigo Teófilo.

    ResponderEliminar
  5. Isto tudo vem provar que vivemos num país de camaleões e vira-casacas.
    (não querendo com isto ofender alguém. felizmente ainda resta muita gente com os "miolos" bem assentes na cabeça)

    ResponderEliminar
  6. Mas tem tudo a ver com a natureza dos portugueses. "Eles que resolvam, não estou para me incomodar"..., assim vão tendo assunto para aquilo que mais gostam de fazer que é dizer mal deles, sempre sentadinhos no sofá.

    ResponderEliminar
  7. A ariel tem toda a razão!
    Pôs o dedo na ferida...

    ResponderEliminar
  8. Portugal está a saque. Os abutres há muito que o estão a despedaçar e, qualquer dia ( ou já), não resta nada.

    ResponderEliminar
  9. Com políticas tão perigosas, não me admira nada que daqui a seis meses já haja portugueses a berrar que afinal o Sócrates é que era bom...

    Ficaram no sofá ou aproveitaram para ir para a praia? Então agora que aguentem (... e infelizmente nós com eles!) rsrsrs

    ResponderEliminar