terça-feira, 21 de junho de 2011

Feelings

Pelas conversas que tenho ouvido por aí e pelas análises de alguns comentadores encartados, fico com a sensação de que muitos portugueses ainda não perceberam que hoje não é apenas um novo governo que toma posse. É o início de um novo regime. Foi nessa mudança que metade dos portugueses (conscientemente, ou não) votou no dia 5 de Junho. Um povo que rejeitou Abril, é uma espécie de Villas Boas da História portuguesa. Cuspiu na mão que o retirou da apagada e vil tristeza em que vivia.

8 comentários:

  1. Também acho que ainda não perceberam. Mas irão perceber, na pele, dentro de pouco tempo...
    E Abril tem vindo a ser rejeitado há quase 30 anos, devagarinho, para não doer muito. Agora vai ser a doer!

    ResponderEliminar
  2. There's no use crying over spilt milk.

    No time for feelings, Carlos, the portuguese life must go on... with hard work.

    ResponderEliminar
  3. Carlos
    Essa é a única certeza!!!

    Lutar e não desistir foi o que não se fez, acho que a muitos dos Portugueses têm a mamória curta.

    Falando de coisas BOAS...desejo-lhe umas óptimas férias, aproveite cada segundo Carlos.
    Abraço

    ResponderEliminar
  4. O mundo é feito de mudança!... dizia Camões.

    O ser humano, tem uma enorme capacidade de adaptação às situaçãoes e às mudanças, e tem memória curta, não vale a pena chorar sobre leite derramado, nós já mudámos ou ainda não se aperceberam disso ?...

    ResponderEliminar
  5. Feelings... nothing more than feelings! : )

    ResponderEliminar
  6. Este povo só tem o que merece. A cobardia paga-se. Depois de D. João II sempre se pagou pela cobardia.

    ResponderEliminar
  7. Carlos,
    Há muitos meses que temos sido "avisados", "mentalizados" "manipulados", falaram o que quiseram, acusaram-se, insultaram-se, mentiram-nos.
    Ouvimos, decidimos e VOTÁMOS.
    Está expressa a vontade da MAIORIA.
    Democracia é respeito, por isso, mesmo que insatisfeitos acho que o momento é de arregaçar as mangas.
    SE TODOS TIVESSEM VOTADO VOTADO TUDO PODERIA SER DIFERENTE...
    Para melhor? Para pior?

    ResponderEliminar