terça-feira, 12 de abril de 2011

Vai uma cerveja?


Ontem, ao fim da tarde, um amigo desafiou-me para beber uma cerveja no "Parque das Nações". Não sou apreciador de cerveja, mas adoro fins de tarde primaveris e conversar com pessoas inteligentes, por isso acedi ao convite, avisando desde logo que não iria beber cerveja.

A cerveja é a pior bebida do mundo a seguir ao Baileys. Quer dizer… acompanhada com uns belos tremoços ou amendoins, numa tarde de calor , bebida numa esplanada em frente ao mar, até ajuda a matar a sede…

Bem vistas as coisas há aquela cerveja australiana- a Foster- muito leve, que até é agradável. E há também a chinesa Tsing Tao, ideal quando andamos pela China, porque se adequa ao clima, mas não sabe ao mesmo quando a bebemos em Portugal.

Ah, é verdade, já me esquecia… há aquelas cervejas belgas de 16 graus, ideais para noites de Inverno em Bruxelas e aquelas alemãs que escorrem lindamente quando acompanhadas de umas belas salsichas ou de um pernil bem grelhado no Biergarten em Cascais. Depois ainda temos aquela mistura argentina, a que por aqui se chama Tango, que bebi muitas vezes em boa companhia, numa esplanada recôndita, no caminho entre Puerto Madryn e Penísula Valdez.

Pensando bem a cerveja talvez não seja a segunda pior bebida do mundo. O problema são as cervejarias… mas sobre isso falarei noutro dia...

9 comentários:

  1. "Existe uma coisa que me afecta profundamente. Os homens que não acreditam nos seus líderes nem na cerveja."
    Walt Whitman

    ResponderEliminar
  2. Assim se confirma que se pode "viajar" no sofá ou como quem diz à secretaria.

    ResponderEliminar
  3. Há alturas do dia em que aprecio uma boa cerveja, desde a nacional Super Bock a acompanhar uma Francesinha à irlandesa Guiness a acompanhar uma boa conversa.

    ResponderEliminar
  4. Pois eu já inaugurei a época com duas "imperiais" tiradas à maneira, acompanhadas por umas tapas, numa esplanada perto de mim e tendo ao meu lado o meu companheiro de uma vida! :-))
    Se a conversa foi inteligente é que já não posso assegurar... :-))

    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Amigo Carlos, eu gosto de uma boa cerveja "estupidamente" gelada, numa tarde de Verão, a a companhar um prato de caracóis :)
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  6. Parece que afinal o Carlos sempre gosta de cerveja. Eu gosto muito de cerveja, cerveja preta à noite e uma loura à tarde, bem geladinha, numa esplanada, com os belos dos tremoços. :)

    ResponderEliminar
  7. Eu não sou apreciadora de cerveja, de nacionalidade nenhuma... mas gostei bastante desta divagação :)Até as cervejas que não se apreciaram deixaram boas memórias, :))

    ResponderEliminar
  8. Carlos,
    Depois de uma tarde de calor venho aqui ter...foi o destino :)
    Se há coisa que eu gosto é de uma Imperial num dia de muito calor, quanto à conversa se for com alguém
    inteligente optimo....se esse alguém não for inteligente só nos resta beber mais uma para esquecer :)

    ResponderEliminar
  9. Ora aí estamos em total desacordo: uma boa cervejinha marcha sempre desde que fresquinha, em boa companhia melhor ainda... :)))

    Tchim-tchim!

    ResponderEliminar