sexta-feira, 22 de abril de 2011

Morning call (15)

Há notícias como esta que nos enchem de satisfação. Mas quando homens que ainda têm valores e não se deixam corromper pelo dinheiro são criticados e alvo de chacota dos seus colegas de trabalho, por terem sido honrados e honestos, sinto um formigueiro de revolta percorrer-me o corpo todo.

9 comentários:

  1. desgraçadamente este é o espirito que vai grassando entre nós...

    a calunia, mentira, o dislate, são relativamente admitidos

    bem como coisas maiores como bufarias, escutas, mentiras contra meridiano interesse nacional

    ditas parafraseadas altas entidades estado, pais

    e nada os responsabiliza, criminaliza, penaliza...

    e não podemos deixar ISTO as novas gerações...

    abraço

    ResponderEliminar
  2. Ainda há esperança enquanto houver um ser humano assim!

    ResponderEliminar
  3. Muito obrigada carlos, uma Boa Páscoa para ti também!

    ResponderEliminar
  4. Estou com o Carlos. Este tipo de situações irritam profundamente. Conheço várias situações semelhantes... em que a atitude correcta é frequentemente "gozada" como se fosse estupidez... E depois, situações como esta,enfim, que deveria ser uma banalidade, viram notícia... precisamente pela raridade de comportamentos semelhantes!! Enfim...

    ResponderEliminar
  5. Meu amigo:
    Notícias destas sempre fazem renascer em nós a esperança e o acreditar, mas estou inteiramente de acordo consigo, quando um gesto assim é ridicularizado, ficamos com um nó na garganta. Será que já está tudo perdido?
    Desejo-lhe uma santa Páscoa.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Pena que estes exemplos comecem a rarear e ser notícia.
    ... coisas que há uns 60 anos eram absolutamente normais ! ...
    Infelizmente também casos de chacota por situações deste tipo vão sendo habituais.
    Coisas do mundo actual em que vivemos !
    .

    ResponderEliminar
  7. Cada vez são mais raros este tipo de comportamentos. Um homem com principios.

    ResponderEliminar
  8. Eu devolveria porque o único dinheiro que me interessa é o meu, fruto do meu trabalho.E me coloco também no lugar de quem perdeu.
    Mas por aqui existe um ditado pavoroso que diz que "achado não é roubado, quem perdeu foi descuidado."
    Tive de explicar para o meu filho diversas vezes porque sempre devemos devolver o que encontramos e ele custou para compreender, mas enfim entendeu.

    ResponderEliminar
  9. Talvez a simples admiração por um homem como este a reprovação em relação àqueles que o criticam, possa também fazer a diferença.

    ResponderEliminar