sexta-feira, 22 de abril de 2011

Late night wander (90)

Marinho Pinto merece o meu maior respeito, mas fiquei bastante decepcionado com o pedido que fez aos portugueses para se absterem nas eleições de 5 de Junho. Isso é o que já andam a fazer há muitos anos.

Eu sei que as próximas eleições são um mero acto simbólico, que o futuro governo não tem espaço de manobra para se desviar das ordens de Bruxelas e de Washington, mas a sugestão do bastonário dos advogados é descabida. Se apelasse aos portugueses para votarem nos partidos de esquerda, que se opõem à entrada do FMI ( apesar de tudo terem feito para que ele viesse, chumbando o PEC) , ainda percebia, agora apelar aos portugueses para desistirem, é uma irresponsabilidade e uma punhalada na democracia.

6 comentários:

  1. Ao falar ao telefone com um familiar, disse-me que no dia 5 de junho ía às urnas, mas que votava em branco.
    Ainda me lembra do José Saramago ter dito, há alguns anos atrás, aos portugueses para votarem em branco como protesto.

    Carlos, também lhe desejo uma Páscoa muito agradável, tentando descansar e esquecer o que vai pelo nosso país.

    ResponderEliminar
  2. isto anda tudo numa de loucura

    a pôr-se em bicos de pés

    e até os melhores, caso de Marinho,

    esta adar-lhe para o disparate...

    parece a epidemia das vacas loucas, que começou em Futre - que deu bem a volta -,

    Nobre, kavacu

    e agora dito Pinto...

    que mais, deus, nos reservas para esta pascoa santa????

    ResponderEliminar
  3. O abster-se de votar em massa, é um direito cívico e se todos o exerceremos o Presidente terá de marcar novas eleições com novos elementos dos partidos e novos programas.
    Quer dizer que ninguém aceita estas alcateias de bobos que só querem servir-se do poder apenas para eles e aos amigos.........

    ResponderEliminar
  4. Concordo totalmente contigo, Carlos! O que ele disse é uma irresponsabilidade...

    ResponderEliminar
  5. É um apelo que não faz qualquer sentido...embora até entenda a lógica do seu discurso, mas é irresponsabilidade cívica, que apenas revela, no meu entender, o constante protagonismo que o Sr. Bastonário busca...

    ResponderEliminar
  6. Um homem com a responsabilidade dele, devia pensar mais e falar menos.
    Até gosto dele, mas desta vez foi longe demais .
    Bjos

    ResponderEliminar