segunda-feira, 28 de março de 2011

Vai formoso e bem seguro..

Há tempos manifestei a minha desconfiança pelo facto de ver a direita entusiasmada com a possibilidade de António José Seguro substituir Sócrates. Depois torci o nariz com esta indignação. As posições por ele tomadas nos últimos dias, transformaram as minhas desconfianças em certezas. Seguro não teve coragem de avançar contra Sócrates. Prefere fazê-lo quando o prazo de validade do actual líder do PS tiver chegado ao fim e for mais fácil aparecer como alternativa. Seguro é um seguro de vida para Passos Coelho. Por isso a direita gosta tanto dele...

3 comentários:

  1. Já deixei o meu comentário no seu post sobre o aumento das despesas do Estado.
    Neste caso, sobre o A.S. francamente acho que o PS anda muito pobrezinho de líderes e considero que Sócrates, neste momento faz mais mal ao PS do que bem.
    Olhando para Passos Coelho sobre o qual falei no outro post, acrescento que será o balde de cal para concluir o enterro deste país, e vai dar o que nos resta a mais meia dúzia de negociantes que, mais uma vez, enriquecerão à nossa custa.
    Resumindo e concluindo, nós o povo, estamos mesmo entre, morrer da doença ou da cura, o que eu sei é que o "Pote" está vazio e para lhe pôr mais dinheiro, quem vai acabar por pagar tudo somos nós, mas alguns, ainda vão conseguir ficar mais ricos, vai uma apostinha? ;))

    Bjos

    ResponderEliminar
  2. Carlos,
    Já o afirmei antes e estou absolutamente convencido que é isso que está a acontecer - o PS está a fazer a Sócrates o que ele fez a Soares e a Alegre.
    Deixa-o ir a eleições, onde será brutalmente castigado, para depois o arrumar na prateleira das memórias.
    Não era neste momento que Seguro, ou António Costa, ou Luís Amado, ou Carrilho, lhe iam fazer frente.

    ResponderEliminar