quarta-feira, 30 de março de 2011

Mulheres do mundo (10)

Emily Davison
Acto de coragem ou acidente? Esta é a pergunta que muitas pessoas ainda hoje fazem quando se fala de Emily Davison, sufragista britânica que iniciou a sua luta em 1906, ao ingressar no Woman’s Social and Politic Union, fundado por Emmelinne Pankhurst. Foi presa várias vezes e fez sempre greve de fome.

No dia 4 de Junho de 1913, durante o grande Derby de Epson a que sempre assistia a família real, decidiu aproveitar a oportunidade para chamar a atenção da realeza e da alta sociedade britânica para a luta das sufragistas.Atravessou a cerca de segurança, invadiu a pista de corridas e quando o cavalo Anmer, propriedade do Rei, se aproximou, postou-se à sua frente.

Há quem defenda que o propósito de Emily Davison era apenas agarrar as rédeas do cavalo e fazê-lo parar mas terá falhado a tentativa, sendo trucidada. A verdade é que a sua morte a elevou à condição de mártir, símbolo das sufragistas e feministas.

4 comentários:

  1. „Deeds, not words“.

    O Carlos acabou a rubrica deste ano "Mulheres do mundo" em beleza.
    Uma fantástica escolha!!!

    Mulheres pioneiras como uma Emily Davison nunca podemos esquecer, como temos de estar eternamente gratas, porque sem elas ainda hoje éramos umas "bonecas de 2011".

    Estou também muito comovida pela simpatia que o Carlos sempre mostra pelas mulheres do mundo.

    Beijinhos da amiga de longe.

    ResponderEliminar
  2. A morte de Emily dei sem dúvida um grande impulso ao salto paa a frente das sufragistas, mulheres a quem nós na actualidade devemos tanto.
    Boa escolha!
    Abracinho meu!

    ResponderEliminar
  3. Acho que nunca poderemos agradecer bastante a estas mulheres pelo que
    lutaram pela liberdade de todas nós! :)

    ResponderEliminar