segunda-feira, 7 de março de 2011

A crise está perto do fim?

Não vos sei responder mas, pela impaciência que reina nas hostes laranjas, dá-me a impressão que sim.
Sendo sabido que o PSD não quer governar em tempos de crise, só entendo os constantes apelos do baronato laranja para que haja eleições antecipadas, na perspectiva de a crise se estar a proximar do seu termo e ser este o momento correcto para o PSD provocar a queda do governo, aparecendo depois como Salvador da Pátria.
Não estando incluído no grupo de jornalistas disfarçados de bloggers que almoçam e privam de perto com PPC, quer-me parecer que ele gostaria que a minha interpretação estivesse certa. É que não sendo esta impaciência do baronato laranja justificada pelo desejo de "ir ao pote", só se explica com uma ânsia de enxotar PPC da liderança...

6 comentários:

  1. Isso é ser muito optimista, Carlos ! A crise está muito, muito longe de estar a terminar !
    Até há um ano atrás, foi gastar à grande, apesar de todos os avisos da oposição e dos economistas de fora do governo e ficamos endividados de tal modo que vai demorar muitíssimo tempo até resolvermos o problema dos juros apenas !
    O país está ingovernável e só um louco poderia ter interesse em ir para o governo numa altura destas. Quem as fez, que as pague !
    A alternatriva é endireitar isto, a doer muito !... e vai doer mesmo e quanto mais tarde, pior !
    A maior parte das empresas está falida ou a caminhar para isso !
    ... e saberá certamente que os resultados podem ser simulados como bem se entender. Quem mvier atrás que feche a porta !
    .

    ResponderEliminar
  2. Bem pensado...

    ...mas vem aí "coisa dura" e só a cegueira dessa gente e a ânsia do poder permite não ver.

    ResponderEliminar
  3. Barbosamigo

    É uma boa teoria e, ainda, uma hipótese que colocas; mas, infelizmente, a crise está para sujar e durar.

    Bem pode o Passos Coelho esperar que ela termine depressa para dar o seu golpe; já o mesmo não digo dos barões laranjas que acham que o poder se compra barato... Daí a aventarem o Coelho não vai uma distância tão grande como isso.

    Mas, a ser assim - se mal estavamos, pior ficariamos. Vade retro!

    Abç

    ResponderEliminar
  4. Me desculpe, mas pensei que a crise mal tinha começado...

    ResponderEliminar