quarta-feira, 9 de março de 2011

Cavaco, o árbitro

O discurso de Cavaco Silva, na sua tomada de posse, fez-me lembrar que também precisamos de uma mulher assim... para desfilar em Belém. Os portugueses estão fartos de arbitragens tendenciosas.

5 comentários:

  1. Acho que ela passou por lá All Boys ficaram contentes e, depois, acho que o discurso foi de facto pernográfico...

    ResponderEliminar
  2. Brevemente talvez possamos ver as tais arbitragens tendenciosas.

    http://utopiarealista.blogspot.com/2011/01/para-memoria-futura-cavaco-silva.html

    ResponderEliminar
  3. Passei o discurso do Cavaco, mas no geral imagino o que ele disse. Ele não varia muito de discursos...

    Quanto a uma moçoila deste género ir despir-se em frente ao palácio, tinha a sua piada. Mas se calhar ele até gostava, embora pusesse aquele arzinho de ofendido, que tão bem lhe fica... :P

    ResponderEliminar
  4. Carlos
    Chato, chato é que a este não se pode gritar...
    "fora o árbrito!"
    Talves alguns "Socialistas manhosos" agora percebam o seu comportamento enviezado nas ultimas Presidênciais, pois pensavam que a eleição do Cavaco funcionaria como seguro de vida...

    ResponderEliminar
  5. Não passou de um discurso chio de ranço.
    JM

    ResponderEliminar