quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Ser oportuno ou oportunista?

Cada vez que Pedro Passos Coelho faz uma proposta, tenho a sensação de que está sentado à mesa de um café em Vila Real, em amena cavaqueira com os amigos. Faço um esforço e tento encontrar uma proposta, cujo fundamento não caia pela base. Quem torto nasce, tarde ou nunca se endireita, diz o povo na sua imensa sabedoria. Ora, o líder laranja começou torto, com uma proposta de revisão constitucional prenhe de incoerências.
A necessidade de implantar o modelo dos despedimentos com razões atendíveis, para flexibilizar o mercado, foi desmentida no dia seguinte por um estudo do Eurostat, alertando para o facto de Portugal ser o terceiro país com mais precariedade laboral.
Quando anunciou ao país que era defensor de menos regulação, veio a público o caso da clínica de Lagoa, onde vários pacientes cegaram depois de serem operados.
Aguardava com alguma expectativa a decisão quanto ao apoio ou rejeição à moção de censura do BE. Esperava um golpe de asa, o assumir com frontalidade que queria ser governo e estava disposto a sacrificar-se em prol dos interesses do país. Afinal, não me surpreendeu. Continua à espera do momento oportuno. Ou seja, quando tiver acertado com Cavaco Silva o dia para derrubar o governo, já que não será uma moção de censura do PSD que conseguirá fazê-lo. Entretanto, contrariando as afirmações de Miguel Relvas, António Capucho e outros, que não se cansam de afirmar que o PSD espera o momento oportuno para derrubaro governo, PPC afirma que não é oportunista. Vá lá a gente percebê-los!

4 comentários:

  1. Confesso!Desisti de tentar perceber!
    Ainda ando à procura dos meus queixos desde que ouvi a proposta do Louçã (ou melhor a contra-proposta depois da "proposta").

    ResponderEliminar
  2. Bom Dia!
    Acabei de adicionar-te aos meus blogues e pimba! Apareces-me logo no topo. Isto é que é pontaria...
    A propósito do assunto exposto e como não gosto do Pedro, cá para mim e como ninguém os entende, vou mais para o oportunismo.

    Pois muito me contas...eu também já fui muito feliz no Arcádia de Castelo Branco! Fui...
    Aqui na Invicta,cidade do meu coração, já fui as duas coisas!
    Mas isso, agora, também não interessa nada.
    O Arcádia da Beira, trouxe-me ao do Porto...assim a modos que mal "acomparado".
    Não te tomo mais tempo, pois deves ser uma pessoa muito ocupada. Embora eu também o seja, só que, de vez em quando, trago o PC para o escritório e venho descansar para o trabalho...
    Abraço
    Janita

    ResponderEliminar
  3. Junta-se o roto (PPC) ao nú (CS, é gente que só joga pelo seguro, só o poder conta.

    ResponderEliminar
  4. Ele é oportunista e muito! Por enquanto ainda não lhe convém ir para lá, é o que é!

    Não sei se interessa, CARLOS, mas colocar um vídeo no blogger é fácil:
    1. procura-se no youtube o que se pretende;
    2. clica-se na opção "Incorporar" e aparece um código (em fundo azul);
    3. com o botão direito do rato carrega-se em cima desse código;
    4. aparece um quadro e carrega-se em "Copiar";
    5. já no post, situa-se o cursor no local onde se pretende inserir;
    6. no cimo da página carrega-se em "Editar";
    7. depois, no quadro que surge, na opção "Colar";
    8. e o vídeo é inserido no post (só aparece o código)
    Espero ter ajudado! E demora mais tempo a explicar o processo do que a fazer...

    ResponderEliminar