quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

História das petingas que gostavam de ser lagostas


Aviso:Não pensem que isto é um post sobre futebol. Se lerem até ao fim, verão que é apenas sobre o povo mesquinho que somos.

Fim de tarde de sofrimento. Não sou masoquista mas, na impossibilidade de ver o jogo do meu clube em casa, fui obrigado a ir a um estabelecimento de "comes e bebes" de um conhecido benfiquista.
Primeira parte de domínio avassalador dos azuis e brancos que poderiam ter marcado três ou quatro golos e arrumado a eliminatória. Alguma inépcia na finalização e um árbitro vesgo que se recusou expulsar um defesa do Sevilha depois de um agarrão a Hulk à entrada da área, fez vista grossa a uma grande penalidade e devia estar a coçar o rabiosque quando Fucile foi agredido com dois sopapos, impediram que o jogo competente dos azuis e brancos fosse premiado com golos. Compreendo. Todos os anos passo uns dias de férias em Marbella a expensas próprias e sei que não é barato.
Ao intervalo tive maus presságios. Quando o FC do Porto ataca para aquele lado na primeira parte e não marca, raras vezes ganha o jogo.
No início da segunda parte o Sevilha veio mais aguerrido, mas as melhores oportunidades foram dos azuis e brancos. Só que a sorte que nos bafejou na primeira mão em Sevilha, apareceu a cobrar juros no Dragão. Malditos mercados financeiros que andam por aí a deturpar a verdade e espoliar os desfavorecidos...
Minuto 71. Num lance mais ou menos fortuito, o Sevilha marca por Luís Fabiano, em jeito de vingança por ter sido despedido do Dragão.
A meu lado, a malta benfiquista exulta. Pede um segundo golo do Sevilha. Bate palmas a um falhanço incrível de Hulk. Explode de alegria quando Webb expulsa Álvaro Pereira, num momento em que o juiz inglês devia estar a pensar num resort de cinco estrelas em Marbella.
“Filho da puta!” – grita um adepto benfiquista com bigode à Luís Filipe Vieira quando Webb, reconhecendo o seu erro, decide voltar a equilibrar o jogo expulsando o sevilhano Alexis a quem tinha poupado a cartolina vermelha na primeira parte.
Os Dragões defendem-se com galhardia, mostram a sua raça.. Atacam com veneno, vêem Valas fazer defesas incríveis e falham golos de baliza aberta, perante o gáudio da turba encarnada, que continua a puxar pelo Sevilha.
Peço um Bushmils para ajudar os cofres encarnados. A turba vermelha agradece com incentivos ao Sevilha. Hulk, com a baliza aberta, falha mais uma vez. O jogo termina com impropérios da claque benfiquista contra os cabrões azuis e brancos. O FC do Porto está nos oitavos. Com mérito, muito sofrimento e o desgosto de muitos adeptos benfiquistas.
Festejo moderadamente com mais dois portistas. Chego a recear que entre os adeptos benfiquistas esteja aquele que matou um sportinguista no Jamor, durante uma final da Taça. Felizmente o tipo foi preso, depois de se ter evadido da prisão, durante uma licença precária. Sei, no entanto, que ainda andam à solta os que atacaram Filipe Santos, quase o condenando à morte;os que incendiaram um autocarro do FC do Porto; os que apedrejaram outro autocarro e a viatura onde seguia Pinto da Costa; os que montaram a insídia contra o FC. do Porto e nos quiseram expulsar da Europa.
Desejo-lhes, do fundo do coração, boa sorte em Estugarda. Regresso a casa com estatísticas na cabeça. Dizem que há seis milhões de benfiquistas. Felizmente é apenas uma mentira que virou fábula nos jornais desportivos. E nem todos são invejosos e mesquinhos. Como aqueles senhores que agora lançaram uma petição para que seja investigada a origem do dinheiro com que Emídio Rangel e Rui Pedro Soares compraram os direitos de transmissão da Liga Espanhola, uma rádio e um jornal que aparecerá nas bancas em Abril.
Antes de me acusarem de cegueira clubista, na caixa de comentários, sugiro que leiam este post. Sei ver futebol e reconhecer o demérito das vitórias, mas detesto que façam de mim parvo. E odeio quem não respeita o meu país.
A TODAS as equipas portuguesas, que hoje lutam para continuar na Europa, os meus sinceros votos de BOA SORTE. Incluindo o Benfica. Sem cinismo.

11 comentários:

  1. Já aqui está a benfiquista de serviços a defender a honra da bancada. Então o Carlos admira-se que a malta benfiquista nos cafés torça pelo adversário??? ora ora, e a malta do fêcêpê nos cafés nos jogos do benfica torce por quem??? Tenho amigos do peito, gente muito civilizada, garanto-lhe, que quando joga o benfica com equipas estrangeiras, estão sistemáticamente com o adversário. Há muito poucas excepções a esta regra, uma delas é o meu pai, que nunca impôs o seu fervor portista às filhas, e ainda hoje não percebe como lhe saiu uma esta benfiquista assanhada :))))

    ResponderEliminar
  2. Aqui se um clube alemão estivesse a jogar com um clube estrangeiro, NENHUM alemão torcia pelo adversário, primeiro estão os da terra, mesmo que se deteste o clube alemão, chame-lhe a isso patriotismo.

    POVO MESQUINHO, O NOSSO!

    Mas quem manda o Carlos ir ver o desafio a um local de um proprietário benfiquista???
    Péssima escolha!!!

    Também estou a chorar com esta derrota, e ainda para mais com os espanhóis.

    ResponderEliminar
  3. Carlos.. há de certeza melhores sítios para se ir ver um jogo... mas não é nada que me estranhe.. e como já disse alguém, não é defeito só de benfiquistas... infelizmente a clubite é um mal de muita gente.

    Como o Carlos desejo a melhor das sortes para as 3 equipas portuguesas que jogam hoje.. e fico feliz sempre que nas provas da UEFA algum clube português ganha.

    Jorge

    ResponderEliminar
  4. Então que ganhe o melhor de preferência que seja Portugues, palavras de benfiquista que anda distanciada do futebol, existem coisas mais importantes na minha vida. E nesta altura outras coisas mais me preocupam.
    Beijo

    ResponderEliminar
  5. Eu vi o estádio do Dragão inclinado para a hostes andaluzas, conduzido por um árbitro inglês com as costas quentes do sol espanhol.

    Pois que ganhem as equipas portuguesas, todas sem excepção, e aos seus adeptos desejo em dobro aquilo que desejam ao clube do meu coração azul e branco.

    ResponderEliminar
  6. Dificilmente um corintiano vai torcer para o Palmeiras ou para o São Paulo, em qualquer oportunidade. Nem que for para seu próprio benefício na tabela do campeonato. Por aqui são mesquinhos também.
    Vou torcer para os times portugueses hoje, aliás, sempre, nas competições européias. Em homenagem ao meu amigo Carlos.

    Beijos

    Carla

    ResponderEliminar
  7. Canto bem alto com o pauloski:

    Que ganhem as equipas portuguesas, todas sem excepção!!!

    Volto aqui só para dizer, que um adepto do FCP e meu familiar me confessou que fica contentíssimo quando o Benfica perde.

    Amo a Alemanha, mas quando algum clube português joga com um clube alemão QUERO que o clube português ganhe, seja ele o FCP, o Benfica, o Sporting, o Belenenses etc...

    Saudações portistas!

    ResponderEliminar
  8. Ai, ai... Só fala mal dos benfiquistas. Então e aquele poste que agrediu um adepto? Vê-se bem que o poste estava verde. Já se sabe de que clube era o poste... ahahahaha
    Agora a falar a sério, tanto há maus adeptos do Benfica, como do Sporting, como do FCP, como de tantos outros. Qualquer pessoa que tenha aquela paixão fundamentalista pelo seu clube, está sujeita a fazer e a dizer "cocó"... E depois ainda há aqueles que se escondem atrás de claques para poderem dar largas à sua personalidade violenta. Isto nada tem a ver com o desporto, com o clube e muito menos com Portugal. É a mesquinhez de certos indivíduos e não deve ser generalizada. Ou então sou eu que ainda acredito no Pai Natal.
    Cá em casa torce-se por Portugal, mas hoje será mais complicado. É que menino além de ser alemão, é de Estugarda. :)

    ResponderEliminar
  9. O que é importante é que passou! E malta dessa que torce por equipas estrangeiras, quando joga com uma equipa portuguesa adversária, há em todos os clubes...

    A política e o futebol é no que dá - o facciosismo faz com que percam a razão e, pior, convencidos que a têm...

    Fazer o quê?

    ResponderEliminar
  10. Cegueira clubista, Carlos? Mas quem e por que razões se iria lembrar de o acusar de tal?

    Um abraço. :)

    ResponderEliminar
  11. Nunca percebi essa ideia de se afirmar pela negativa, Carlos.
    São anti-qualquer coisa.
    Não são favoráveis a...
    E este juízo é igual para benfiquistas, portistas, sportinguistas.
    Qualquer que seja a cor, são só cretinos.
    E tem toda a razão Carlos - umas férias em Marbella custam uma pipa de massa, um clube espanhol dá umas receitas publicitárias bestiais,....essas coias que só os tontinhos não percebem.

    ResponderEliminar