domingo, 20 de fevereiro de 2011

Herman (de) Enciclopédia

Herman José leva habitualmente três convidados ao seu programa de sábado à noite na RTP 1. Ontem, fingiu manter o figurino convidando os Anjos, que entraram em cena depois de mais de 30 minutos de tempo de antena concedidos a Pedro Passos Coelho. O líder laranja teve assim o privilégio de, em apenas 48 horas, ir ao “Perdoa-me” de Judite de Sousa e ao programa do Herman.
Ao contrário do que é habitual, Herman fez uma entrevista política. Desastrosa, assinale-se, mas que foi mais uma boa oportunidade para PPC tentar fazer passar as suas ideias.A RTP já terá começado a fazer campanha a favor de Coelho, ou foi só uma coincidência?
Uma coisa é certa: muito mal vai um país, quando os seus humoristas se prestam ao papel que Herman ontem desempenhou.

20 comentários:

  1. Não vi!
    Há muito que deixei de gostar do Herman e não gosto do PPC que me lembra uma criatura plastificada!:-))

    ResponderEliminar
  2. Há décadas que me recuso a ver os fretes e as baixezas de Herman José!!

    Um bom domingo.

    ResponderEliminar
  3. Não vi, mas foi assim que o Herman se tramou no passado. Vida de quem precisa do emprego. É pena!

    ResponderEliminar
  4. Não vi.
    Herman José foi pessoa que nunca me cativou.

    ResponderEliminar
  5. Não vi. Ontem não vi tv mas se visse não seria o Herman não gosto não acho piada, irrita-me. Sinto saudades dos nossos grandes humoristas que já não estão entre nós.
    Beijo

    ResponderEliminar
  6. Pois é! São coisas que não são para entender ou então é para nos mostrarem que estamos no País do Humor (talvez negro, será?)

    ResponderEliminar
  7. Caro Carlos, é com pena que digo o mesmo que as anteriores comentadoras: deixei de ver o Herman há já algum tempo e como tal não vi o tempo de antena do PPC, mas não devo ter perdido nada de jeito ;)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Eis que alguma coisa funciona:
    a palhaçada.
    (Carlos, isto já não é um país nem o Herman um humorista com piada...)

    ResponderEliminar
  9. O Herman é um dinossauro que procura não ser extinto, PPC quer marcar posição, ser a alternativa credível. Não me parece que o seja, mas tem jogo de cintura e, mais importante, vai marcando pontos. Com estas "jogadas", PPC vai construindo uma personagem fictícia para cativar os eleitores, que talvez não entendam que PPC é, tão somente, um projecto do PSD para chegar ao poder.

    ResponderEliminar
  10. Não vi, estive numa de Mezzo ontém ao serão, mas do Herman de quem fui fã antes de se ter transformado uma sombra de si próprio, já é de esperar tudo...

    ResponderEliminar
  11. HJ, um paninho em que começaram a cair muitas nódoas...
    Nem me lembro do programa... mas é bom ver de quando em quando para A-V-A-L-I-A-R....:))
    mas,
    já fui fã, não o posso renegar. Coisas do passado.

    ResponderEliminar
  12. O Herman é uma desilusão há muito. E se eu gostei dele...

    ResponderEliminar
  13. Carlos,

    Até se percebe. Ora, vejamos:
    Primeiro, o PPC pede perdão pelos anos de "borradas" da maioria, depois, "bota" uma anedotas no programa do Herman e fica tudo em paz.
    Por outro lado, a RTP não é o programa do Estado, controlado pelo big bosses?
    Ai é q eu já não percebo tanto tempo de antena para o PPC... só se for mesmo dar corda para ele se enforcar.))

    ResponderEliminar
  14. O Herman faz-me lembrar aqueles jogadores que se arrastam nos campos, Carlos.
    Já há muito tempo que devia ter percebido que era tempo de se retirar.

    ResponderEliminar
  15. Herman e Pedro, um bom duo

    provavelmente para outras actividades de entertainment pessoal

    que não nos massacrem...

    mas de facto quem domina os media hoje???

    algo vai mal nosso reino tugolandia...

    abraço

    ResponderEliminar
  16. Não se trata de ele se dever retirar agora, ou mais tarde.
    Trata-se de respeitar os que pagam a TV Pública e que o sustentam a preços de barregã caríssima...

    ResponderEliminar
  17. Não vi, mas sei que esteve lá na semana passada, ou antes dessa, o Rui Rio! Tá bem melga, se até estamos na época da laranja!

    ResponderEliminar
  18. Não vi, mas tinha o Herman e melhor conta.

    ResponderEliminar
  19. O que,genéricamente, se passa na RTP é simplesmente uma vergonha.
    Um serviço público, pago por todos nós, deveria pautar-se por exigentes critérios de pluralismo e neutralidade perante quaisquer forças partidárias.
    Qualquer observação atenta concluirá exactamente o contrário
    EGR












    rt

    ResponderEliminar
  20. Eu vi e adorei! O Herman teve piada, a entrevista foi óptima, o programa é serviço público, e lembro que já lá teve o Jeronimo de Sousa oq ue prova qualquer ausencia de tendencia partidaria. Não sejamos atávicos mentais!

    ResponderEliminar