quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

O estranho caso dos belgas


Os belgas- um povo estranho que entre outras singularidades elegeu o mexilhão como prato gastronómico nacional- estão há quase oito meses sem governo. Na verdade, o impasse dura há mais de três anos, porque francófonos e flamengos não se entendem e as últimas eleições legislativas, realizadas em Junho, deram a vitória na Flandres ao partido flamengo que preconiza a dissolução da Bélgica e, na região francófona, os vencedores foram os socialistas,que defendem a manutenção da união de Flandres e Valónia.
Quem, por estes dias, demande a insípida Bruxelas, a inóspita Antuérpia ou a pacata Gent, não se aperceberá que este povo dicotómico está desgovernado.
Tudo funciona normalmente. Nos transportes, nos hospitais, nos serviços públicos, nos tribunais ou nas escolas não se ouve ninguém falar de crise política e todos parecem alheios à eminente dissolução de um país. Não sei se são loucos, inconscientes, desinteressados ou conformistas. Sei que continuam a sua vida. Sem governo, nem solução à vista.
E com um grave problema de dívida, que abordarei aqui amanhã.

6 comentários:

  1. Carlos,
    Tem razão em tudo o que diz, mas "insípida Bruxelas, inóspita Antuérpia"????Não, isso não concordo!
    Para não falar dos chocolates :))

    ResponderEliminar
  2. CARLOS, pouco se fala da Bélgica
    nos noticiários.
    Mas, se está sem governo e funciona
    tão bem,isto vem ao encontro do que
    sempre pensei. São os governos que
    dificultam a vida do povo, com a
    corrupção e os desmandos que lhes
    são peculiares. Estarei errada pen-
    sando desta maneira?

    ResponderEliminar
  3. Se calhar estão caladinhos porque estão a poupar uma pipa de massa ;)
    Mais uns meses e estão prontos a comprar dívida portuguesa lol

    Bjos

    ResponderEliminar
  4. É extraordinário! às tantas o segredo é mesmo esse, afinal de contas aquela gente já existia antes de Bélgica, pode prosseguir sem ela...

    ResponderEliminar
  5. Antuérpia é linda! Mas os belgas têm uma "figura" que os une...um rei!

    ResponderEliminar
  6. Penso que estão muito bem organizados como cidadãos e por questão de principio e cidadania, as coisas têm que "rolar"...
    Ao contrario de si , gosto de BX e do que a rodeia.... trabalhei lá 4 anos... esquci o inospito, e tirei partido do bonito e bom...
    Vai uma Leffe, Carlos???
    :))

    ResponderEliminar