segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Tá caladinho, ou lebas no focinho

O governo está a pensar mandar os desempregados trabalhar para as obras. Os patrões concordam.Daqui para a frente, estão autorizados a ameaçar os trabalhadores:
- Ou te portas bem e fazes tudo o que eu te exijo, ou vais para o desemprego. Vê lá se queres ir trabalhar para as obras!

7 comentários:

  1. meu amigo:
    Tanto trabalho tanta luta e acabámos assim :-(
    Bem, mas o meu propósito agora é outro, vim aqui desejar um Bom Natal, com muito Amor, Saúde e Paz, para si e para os seus familiares.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  2. quem deveria ir para as obras, saber o que é trabalho duro, seriam alguns senhores políticos que o único trabalho que tê é virara a página do jornal sentados no parlamento.

    ResponderEliminar
  3. Ora,os patrões nem para as obras têm qualificações...

    ResponderEliminar
  4. A Fê diz que acabámos assim
    mas tal não me convence a mim
    Entretanto use-se a linguagem gestual... lá calados é que não
    (ou será que seremos empurrados...
    ... para a revolução?

    ResponderEliminar
  5. Esta é nova!!! Bom, mas na presente conjuntura são tantas as novas que uma pessoa perde-lhes o rasto, claro!

    ResponderEliminar
  6. Eles andam a tentar imitar a China e o seu trabalho escravo, ou quê?!

    É que à primeira vista pode parecer, mas nas obras o trabalho tem de ser especializado, não vale a pena porem 50 fulanos desempregados a acartar baldes de cimento ou tijolos, para depois só haver um pedreiro, um electricista, um carpinteiro, etc. e tal... ;)

    ResponderEliminar