segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Período de nojo

Já não leio jornais, nem vejo noticiários, desde quarta-feira. Esta manhã ia retomar o hábito de comprar o jornal mas, ao aperceber-me do acto mecânico, decidi prolongar o período de nojo por mais uns dias.

13 comentários:

  1. Não acredito. Entendo o nojo, mas não acredito que vai conseguir estar muito mais tempo afastado de jornais, Carlos.

    ResponderEliminar
  2. Caro Carlos, que óptima ideia :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Boa! Gostei desta atitude de pessoa de coragem!

    ResponderEliminar
  4. Eu cá
    estou
    com a
    Sun lou Miou
    com uma pequena diferença
    eu acho que ele olhou as noticias
    caso contrário, como escreveria o post anterior?

    ResponderEliminar
  5. E nem uma espreitadela, mesmo que sem querer, às letras gordas nas bancas!? Ahhh não acredito.

    ResponderEliminar
  6. Às vezes tenho vontade de fazer isso... mas ainda não consegui.

    ResponderEliminar
  7. Estou a ver que me adiantei bastante no inicio do meu período de nojo e na sua duração ! :)))
    Confesso que vou olhando para as "gordas" a cada passo, nas bancas ou ouvindo, por acaso, algumas más notícias na TV, mas ter que pagar por isso, ainda por cima ? ... Não vale a pena !
    .

    ResponderEliminar
  8. Ahahah, pelos vistos ninguém acredita nesse período de nojo, ou, pelo menos, não durante muito mais tempo... :)

    ResponderEliminar
  9. Olá amigo carlos, agora virou indio da amazónia? Será que vai mesmo resistir sem ler jornal?
    Lá que é um nojo, ha, lá isso é verdade.

    Um Abração.

    ResponderEliminar
  10. Penso que assim é melhor, Carlos, definitivamente... Não que seja o ideal. Mas por ora, é o melhor...

    Beijos

    Carla

    ResponderEliminar
  11. Carlos
    Caramba, nem parece que é jornalista. Então e essa solidariedade para com a classe? Como melhor sabe, ainda vão andando por aí jornalistas dignos desse nome.
    Mas percebo. Há alturas em que apetece desligar.
    Abraço

    ResponderEliminar