quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Leitura recomendada

" O jornalismo de salão e os idiotas úteis - às vezes, confundem-se e eu próprio já não os distingo, peço desculpa - começaram por não ficar impressionados com as revelações até agora trazidas a público e contrastadas por cinco dos mais prestigiados órgãos de informação mundiais.
"Já se sabia", disseram.
Percebe-se o incómodo: os idiotas úteis e o jornalismo de salão convivem sempre melhor com a mentira oficial do que com a verdade revelada. São hábitos que ficam das intrigas do Portugal sentado ou das conferências, cimeiras e passarelles político-jornalísticas entretidas a analisar e descodificar acordos, consensos e convenções que, percebe-se agora, servem para pouco ou coisa nenhuma."
Miguel Carvalho na Visão ( recomendo a leitura completa)

8 comentários:

  1. Não conseguia ver nenhuma luz ao fundo do túnel mas confesso que começo a enxergar uma nova Era... a das leaks ;)

    Bjos

    ResponderEliminar
  2. Tuda esta situação só vem mostrar que chegamos ao fim das armas convencionais !
    O mundo está preocupado com as armas nucleares do Irão. Ora isso,... "já era" !
    Agora e no futuro as "armas" poderão ser bem mais perigosas, poupar vidas mas provocar muito maiores danos !
    .

    ResponderEliminar
  3. Confesso-lhe que hoje não tenho tempo para a leitura completa do artigo que mencionou, mas prometo depois lá ir.
    Estive ocupada como o nosso conto de Natal:-))
    Quando puder vá ao meu blogue e dê-me a sua opinião.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Carlos
    Quando se fala em profissionalismo dos jornalistas, ocorre-me olhar para muitas outras profissões. Há uma deteoração do profissionalismo em Portugal. Apesar das novas tecnologias proporcionarem isso.
    Dou-lhe um exemplo: Já não se vê um bate chapas endireitar um guarda lamas à martelada. Leva um novo e já está. Muitos outros exemplos podíam ser dados, basta pormo-nos a pensar.
    Claro que a questão que levanta tem sobretudo a ver com a ética.
    Abraço

    ResponderEliminar
  5. A Wikileaks veio mesmo a calhar para os "simpatizantes" de jornalismo e para os idiotas úteis de plantão.

    ResponderEliminar
  6. Claro que vou seguir a recomendação. Já o coloquei na lista das minhas testemunhas de que o PiG (*) existe, lembra-se?...

    (*)Partido da Informação Golpista

    ResponderEliminar
  7. Li e concordo absolutamente com o jornalista da Visão!

    E lembrei-me do PP a comentar que a diplomacia é discreta e por vezes secreta, pelo que não comentaria nada do caso Wikileaks... Ah, Pois! :)

    ResponderEliminar