quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Deixa-me rir!

Os senhores do FMI- com quem Pedro Passos Coelho, seguindo o estilo de Miguel de Vasconcelos, diz estar dipsonível para governar- defendem que a principal causa da crise que estamos a viver é fruto das desigualdades sociais e da injusta disribuição de riqueza promovida pelos Estados.
Curiosa esta postura do FMI que, nos países onde é chamado a intervir, tem precisamente contribuído para o aumento dessas desigualdades, aplicando a receita da diminuição das despesas sociais do Estado e aumentando a riqueza das empresas. Bem prega Frei Tomás...

6 comentários:

  1. Tal e qual! É isso mesmo. Soluções sem qualquer resultado a favor dessas mesmas desigualdades. Elas existem e nós sabemos bem porquê.

    ResponderEliminar
  2. a única vantagem do FMI em Portugal seria a auditoria que seria feita a este país, mas as medidas seriam as de sempre e como bem disse, o povo a pagar.

    ResponderEliminar
  3. Ao ler o primeiro parágrafo, concordei com os senhores do FMI.

    Mas se é para fazer isso, deixem-se estar lá longe, que cá já há quem o faça...

    ResponderEliminar
  4. Os especialistas no corte a direito.
    E cego.

    ResponderEliminar
  5. Há coisas que não se entendem e esta, é de bradar aos céus... mas o problema deve ser nosso que não somos economistas ;)...
    ... da tanga lol

    Bjos

    ResponderEliminar