segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Toma lá qu'é democrático!


O acordo do Centrão para aprovar o OE deixou de fora o aumento das taxas sobre as mais valias bolsistas, mas aumentou de 20%, para 21,5%, a taxa sobre os depósitos bancários. Resumindo: penaliza os pequenos aforradores e premeia os especuladores. Nada mau para um governo socialista moderno, que aposta nas novas tecnologias... das calças na mão.
Esta protecção aos especuladores promovida pelo Centrão, com o apoio encapotado do apêndice Paulo Portas, é bem reveladora da classe política que nos governa, ou pretende ser alternativa aos proto-socialistas: um grupo de infames, que protege sempre o lado mais forte. Estou certo que os irmãos Metralha teriam vergonha de se confrontar um dia em tribunal com tão miseráveis colegas de profissão.
Há, no entanto, algo que convém não deixar escapar no meio desta mixórdia de acordo.Enquanto o PS acusa o PSD de ser responsável pelo não aumento das mais valias bolsistas, o partido laranja remete-se ao silêncio (“quem cala consente”) e procura fazer de conta que nada tem a ver com este OE miserável. O CDS finge estar contra , mas põe o seu euro deputado Nuno Melo a fazer discursos incendiários, dizendo que compreende a especulação dos mercados financeiros, porque Portugal não poderá honrar os seus compromissos.
PSD e CDS estão em campanha eleitoral, unidos no objectivo de criar uma nova AD, cujo mote será apoiar os especuladores e vender os portugueses aos seus amigos mafiosos, com quem há muito entabularam conversações nos meandros de Bruxelas. Só se deixa enganar por este "ménage à trois" ( versão política do POLIAMOR) quem quiser.

4 comentários:

  1. Eu hoje só tenho recebido novas dste género. cada vez mais estou convicta de que alguém está a endoidar!!

    Boa noite.

    ResponderEliminar
  2. Facto é que, de uma maneira ou de outra, o "castigo" recai sempre nos mesmos! Para todos os efeitos o OE foi "negociado" para ser aprovado, portanto não me parece que nenhum partido do centrão se saia bem na fotografia... :(

    ResponderEliminar
  3. ... mas como a Europa vai ao fundo, a culpa de tudo será atribuída às águas alterosas... consta que os irmãos metralha encontraram, no tal submarino, um oportuno instrumento para a sua salvação!

    (o seu post é um must...)

    ResponderEliminar
  4. A analogia com os manos metralhas não podia ser melhor, Carlos... chapeau!

    ResponderEliminar