segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Portugal não é só fado...


Nos anos 80 o país, entusiasmado, cantava e dançava ao som desta canção dos GNR.
Em 1986 cumpriu-se o desejo. A CEE passou a CE e depois a UE. Vinte e cinco anos depois, acabada a teta dos milhões diários vindos de Bruxelas, com as finanças exauridas pelo desperdício dos que nos governaram na última década e ameaçados por uma GNR vinda do Leste europeu,a canção que muitos portugueses entoam hoje em dia é esta.
De qualquer modo, não exagerem e párem a tempo...

8 comentários:

  1. Carlos
    Bom confronto
    Espero que não voltemos atrás ao tempo em que Tony de Matos cantava esta canção.
    Só se fosse, para recuperar a juventude que já se foi, há muito.

    ResponderEliminar
  2. Não quero, apesar dos pesares, que o tempo volte para trás. sofri na pele durante vinte e quatro anos a crueza e o preconceito da ditadura de Salazar e Caetano!!

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  3. O tempo tem é de ir para a frente, não repetindo os erros do passado!
    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Bastava para no tempo em que nos impingiram uma data de coisas sem qualquer discussão e então sim discutirmos a sério sem ter por pano de fundo a ânsia pelos aéreos que tanto jipe comprou.

    ResponderEliminar
  5. Começaram a borrar a pintura com a mudança do nome.
    Nos concertos, o Reininho fazia um trocadilho com esta música e cantava "I say, yeah, yeah!!".
    Qual é a piada de cantar "I say UE"?
    Estragaram tudo!!

    ResponderEliminar