terça-feira, 30 de novembro de 2010

Mais uma oportunidade perdida?


Ano passado, durante a cimeira de Copenhague sobre as alterações climáticas, manifestei desconfiança quanto à possibilidade de a cimeira de Cancún- que ontem se iniciou - vir a alterar o panorama de pessimismo que se instalou na capital dinamarquesa.
Escrevi na altura:
"Acredito que ( apenas) em 2012 seja possível chegar a uma plataforma de acordos mínimos, mas não mais do que isso. A crise económica e financeira não estará ainda resolvida em 2012 e os senhores que governam o mundo continuarão a privilegiar o desenvolvimento económico em detrimento da sustentabilidade do Planeta.
Um dia- talvez não muito distante- as gerações mais jovens vão cobrar a esta geração de políticos acéfalos a sua incúria com a preservação da nossa casa comum e perguntarão para que serviu garantir a sustentabilidade económica e financeira, se a vida na Terra se tornou insustentável mas, muito provavelmente, a maioria dos responsáveis pela degradação das condições ambientais, não estarão cá para lhes responder."
Antes de se iniciar a cimeira de Cancun, as expectaivas eram muito reduzidas. Ninguém espera grandes resultados. Nem pactos, nem consensos alargados, parecem possíveis. Continuaremos alegremente a olhar para o futuro com indiferença, negligenciando os efeitos da nossa incúria sobre as gerações vindouras. Salvaguardadas as diferenças climáticas, o balanço da Cimeira não andará muito longe deste cenário.

2 comentários:

  1. Até quando continuaremos a desperdiçar os nossos recursos e a oportunidade para mudar o futuro.
    Até quando?
    Este assunto preocupa-me muito, até porque tenho uma filha a tirar o mestrado em Ecologia e Ambiente na FCL e todos os dias fica mais desanimada.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Exatamente...e depois os professores querem engrandecer o papel das cimeiras nas salas de aula.Como?

    ResponderEliminar