sábado, 20 de novembro de 2010

A democracia é porreira, pá!

Estiveram reunidos em Lisboa os países que andam a exportar a democracia pelo mundo, nem que seja pela força das armas. Para darem o exemplo, fecharam as fronteiras, proibiram a entrada de quem trouxesse panos pretos, inundaram as ruas de polícia, semearam uns barcos pelo Tejo e enviaram uns aviões para patrulhar o céu. Entretanto, discutiram a forma de melhor defender os narcotraficantes que governam o Afeganistão, responsável por centenas de crimes contra a Humanidade.
A democracia assim é porreira, pá, não tás a ver? Só é pena que não lhe dêem o mesmo uso que dão aos supositórios.

11 comentários:

  1. Uauuu! : ))))))

    P.S. laconismo no seu mais alto grau!

    ResponderEliminar
  2. Estou como a Catarina ._ Uhhhhmmmmrrrrrrrrrr.....aah! Ah!...
    B.f.s.
    ana

    ResponderEliminar
  3. "...exportar a democracia pelo mundo, nem que seja pela força das armas."?
    Carlos,
    Isso não é supositório
    é clistér...
    A merda vem depois!
    E seja o que deus quiser...

    ResponderEliminar
  4. Excelente, parabéns pelo texto!

    Ferreira

    ResponderEliminar
  5. lol
    Essa do supositório... está demais :)))
    Mas olhe que há quem pense que são para engolir lol

    ResponderEliminar
  6. Temos a democracia que escolhemos Carlos. Que pena ela não ter o tamanho de uma melancia. Gostava de ver muita gente a usá-la como supositório.

    ResponderEliminar
  7. Democracia! Está na hora de reavaliar seu significado...
    Grande texto!

    ResponderEliminar
  8. Se esses supositórios tiverem propriedades laxantes, bem, o melhor será fugir, não?

    ResponderEliminar