quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Blindados multiusos


O governo gastou cinco milhões de euros na compra de blindados que deveriam ser utilizados na cimeira da NATO , em 19 e 20 de Novembro. Ao que parece a encomenda não vai chegar a tempo, pelo que a sua compra deixa de se justificar. Na minha perspectiva é uma boa notícia, pois irá permitir poupar uma verba que pode ser aplicada de forma mais útil ao país. Mas será que o governo vai desistir destes brinquedos, ou vai mesmo pagá-los “para respeitar os compromissos internacionais”?
Façam comigo este raciocínio:
Uma nubente encomenda um vestido de noiva para o dia de casamento. A modista não o entrega a tempo e a noiva tem de ir a correr alugar um, ou comprar outro numa loja de pronto a vestir. Simultaneamente, desiste do modelo encomendado à modista, porque não vai precisar dele depois de estar casada, como é óbvio… Se tiver dado um sinal para pagamento do vestido, poderá exigir que lhe seja restituída a verba do sinal em dobro , o pagamento das despesas que teve de fazer para arranjar um vestido de substituição e, eventualmente, pedir uma indemnização por perdas e danos. Esta é uma regra básica dos direitos dos consumidores, que Sócrates muito bem conhece, até porque foi secretário de estado (excelente, diga-se em abono da verdade) da defesa do consumidor.Ora, se aplicarmos este princípio à tralha dos blindados, o governo ainda pode fazer um bom negócio e abater uns milhões de euros ao défice.

Adenda: Acabo de ler no “Público” uma notícia que destruiu as minhas ilusões e obrigou a alterar o título do post. O governo vai mesmo avançar com a compra dos blindados, porque "pretende utilizá-los em acções nos mais de 300 bairros problemáticos do país”.

10 comentários:

  1. compreende-se,estamos no Rio de Janeiro e em alguns bairros só de blindado... enfim.

    ResponderEliminar
  2. Já nem piada consigo achar a este autêntico festival do disparate.


    [que, é óbvio, de disparate nada tem se é que me faço entender...]

    ResponderEliminar
  3. Blindados em bairros problemáticos? isto está bonito está....

    ResponderEliminar
  4. Enfim...que dizer???

    Não tem piada, não dá sequer para rir...é uma tristeza.

    Muito obrigado pela visita que fez ao blog "Deabrilemdiante", e escreveu sobre a Croácia.
    Também gostei do que vi, pela Croácia.
    No outro blog "Momentos Perfeitos" é que escrevo mais e coloco mais fotos sobre as minhas viagens.

    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  5. Estes governantes andam tão esparvoeirados, que só dizem e fazem asneiras... :(

    Ainda para mais, com dinheiro dos nossos bolsos!

    ResponderEliminar
  6. Não,os blindados são anti-motim...Eles bem sabem o que temem.

    ResponderEliminar
  7. Foi caricata a "figura" do ministro Rui Pereira na TV ao dizer que não vão chegar a tempo, mas que não há qualquer problema, pois que terão utilidade para muitas outras coisas !
    Deve ser giro aguardar para ver que tipo de utilidade.
    Entretanto,...pagam-se !

    ResponderEliminar
  8. Carlos,

    Como dizem por aí, errar é humano, insitir no erro é burrice demais... E os governos mais e mais se especializam na insistência nos erros. E erros caros, com o nosso dinheiro! É impressionante!

    Beijos

    Carla

    ResponderEliminar
  9. Meu caro, ainda bem que voltei a encontrar as cronicasdorochedo, pois que é sempre interessante a sua leitura.Obrigada. Quanto aos "Blindados multiusos" deixo-lhe uma das quadras do António Aleixo que se adapta perfeitamente:
    ....Há tantos burros mandando
    em homens de inteligência
    que às vezes fico pensando
    Se a burrice não será uma ciência....
    Maria. Lx.
    2010/11/05

    ResponderEliminar