segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Ainda a Responsabilidade Social das Empresas

O post que fui obrigado a eliminar remetia para um artigo da “Sábado” que explica como as grandes empresas e bancos escapam ao fisco. Quem leu o artigo, pode argumentar que as empresas que localizam as suas sedes em países com regimes fiscais mais favoráveis estão apenas a aproveitar a oportunidade que a legislação lhes proporciona. Certo. No entanto, uma empresa que foge ao fisco ( no caso da PT, por exemplo, o pagamento dos impostos sobre a venda da Vivo representaria uma diminuição de 0,4% do défice) não pode proclamar ter práticas de Responsabilidade Social. Uma empresa que poupa milhões de euros no pagamento dos impostos está não só a lesar o Estado, como a enganar os seus clientes. Como pode escrever nos relatórios anuais de responsabildade social, que pratica uma política de transparência com os stakeholders?
Não é novidade que mutas empresas mentem sobre a RSE, como já alertara aqui No entanto,para que conste, aqui ficam os montantes que cada uma destas empresas ( há outras citadas no artigo e, provavelmente, muitas mais não mencionadas) roubou legalmente ao Estado:
PT- 570 milhõesBES – 23, 4 milhõesBPI-29,5 milhões.

5 comentários:

  1. E agora pergunto: como é isso possível? Os consumidores estão a beneficiar? Parece que não... pelo menos directamente.

    ResponderEliminar
  2. Será sempre um problema sem solução...

    ResponderEliminar
  3. Foi obrigado por quem já agora??

    ResponderEliminar
  4. ok já percebi o porquê de ter eliminado o post...

    ResponderEliminar
  5. Pois é, Carlos, foi mais ou menos isso que descobri aqui quando me inscrevi num curso de pós graduação sobre políticas públicas e responsabilidade social. Descobri que o curso era voltado para as empresas e não para a sociedade.
    E nem preciso dizer que tranquei a matrícula e escrevi uma justificativa enorme, que infelizmente, desconfio, que nem tenha sido lida.

    ResponderEliminar