domingo, 24 de outubro de 2010

Há gente que só percebe as coisas, se lhes fizerem um desenho

Se o jornalismo desportivo fosse feito por gente capaz de reproduzir um texto, fazer notícias e abster-se de leituras interpretativas, com que intoxica a opinião pública, este comunicado nunca teria sido necessário. Só burros, ou mal intencionados, deturpam o que foi dito. Percebem-se as intenções, mas isso não lhes retira o epíteto de mentecaptos.

5 comentários:

  1. Carlos , então, entâo.....? coitado do Baía....

    :))))

    ResponderEliminar
  2. Meu caro,
    Com todo o respeito e consideração intelectual, apenas lhe digo que, esta 'encenação', eu não compro...
    Um abraço "à glorioso" ;)

    ResponderEliminar
  3. Vitor Baía é um símbolo do F.C.Porto e "escreveu" páginas e páginas de glória no clube que jamais se esquecerão. O que o ex guarda-redes pretendeu com aquelas declarações foi exprimir que os clubes da capital têm mais "tempo de antena" na comunicação social. A meu ver, Baía, João Pinto, Jorge Costa e outros históricos jogadores mereciam que o clube os honrasse, os homenageasse com um jogo de despedida, e foi essa a a mágoa que ele decidiu transformar em palavras. Só que já sabemos o que a casa gasta amigo Carlos.

    ResponderEliminar
  4. Parecem abutres sempre prontos para a intriga, para a discórdia!
    O que vale é que no fim fica tudo na mesma, quem o compreendeu defende-o quem não gosta dele afunda-o...
    Ninguém muda de opinião :)

    ResponderEliminar
  5. Eu só com desenho! Porque a conclusão a que cheguei, Baía mete tanta água, que qualquer dia está maior que a Fernão Veloso ( Uma das maiores do Mundo ).

    ResponderEliminar