segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Caderneta de Cromos (21)

Agostinho Branquinho

O ex-deputado Branquinho, que há tempos protagonizou esta cena infame, abandonou o cargo para ir trabalhar para a Ongoing. Se esquecermos o facto de os deputados serem eleitos para representarem os portugueses no Parlamento, poder-se-á admitir que estas situações são normais. Especialmente no PSD. Durão Barroso, quando era Primeiro Ministro, também abandonou o país que, nas suas palavras, estava de tanga, para rumar a Bruxelas e defender os interesses dos grandes grupos económicos.
A deserção de Branquinho tem, no entanto, contornos mais complexos. O ex-deputado, que já foi jornalista do Comércio do Porto e editor da RTP ( adivinhem quando...)foi também um dos principais protagonistas da comissão de inquérito ao negócio PT/TVI. Nessa altura, Branquinho questionou diversas vezes a linha editorial da Ongoing, acusando-a de sustentar as posições do governo. Para a sua causa, contou com a preciosa colaboração dessa lenda do jornalismo, o jornalista palhaço, que todas as noites perguntava num programa de pseudo informação da SIC Notícias:
“Mas quem é esta gente da Ongoing? De onde vem?”
Sintomática esta viragem do ex-jornalista e ex-deputado Branquinho, acérrimo defensor da privatização do RTP. Elucidativo o silêncio aquiescente do Bloco Central de interesses e do seu apêndice circunstancial, o partido de Paulo Portas, que vai apanhando as migalhas que sobram das grandes negociatas do poder com os interesses económicos.
Para Branquinho a situação é transparente. Pois…a água também é transparente, mas essa característica, por si só, não assegura que não esteja contaminada.Também não deixa de ser curioso que a notícia surja na mesma semana em que MMG rescindiu o seu contrato com a TVI para, muito provavelmente, ir em breve para a SIC. Para ocupar o lugar de Mário Crespo, que acompanhará Branquinho na Ongoing? Ou será que MMG também se transferirá para a empresa onde o marido, vice-presidente da empresa - que tem negócios no Brasil na área dos media e das novas tecnologias- lhe arranjará um programa ajustado às suas características?
É por estas e por outras, que prefiro o tinto.

11 comentários:

  1. Este ele há com cada um!!!! E a malta ainda se admira?!

    ResponderEliminar
  2. Por esta e por outras é que acho que o PiG* existe...

    Abraço

    (*) PiG - Partido da Informação Golpista

    ResponderEliminar
  3. Neste caso também vou no tinto!
    Apre que já cheira mal tanta troca e baldroca...

    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Carlos
    Dá para aplicar aquela "quem desdenha quer comprar"

    ResponderEliminar
  5. Até fiquei zonza meu caro, e digo zonza para não ter de utilizar o vernáculo...

    Abraço.

    ResponderEliminar
  6. Por acaso prefiro branco, mas não este branquinho a martelo... ;)

    ResponderEliminar
  7. Esta história da RTP não bate certo...parece-me que tem mão do Balsemão e do Bava à mistura, para não deixarem a Ongoing ganhar poder nos media.
    A ERC já disse que a Ongoing n pode ficar com a TVI e com a Impresa, porque não pode acomular as duas. Ora se não pode acomular as duas também não pode acomular com a RTP e a Impresa... fácil não?
    Mais fácil do que levar Branquinho para a Ongoing era dar-lhe uma avença (igual à que tantos deputados fazem) e teriam mais resultados e chatices.

    Pensem bem um bocadinho

    ResponderEliminar
  8. O algodão não engana.
    Nós é que andamos todos sem algodão.

    ResponderEliminar
  9. O mais engraçado no meio desta história ainda é o facto de alguns blogues endeusarem o Branquimho pela decisão que tomou.

    ResponderEliminar