terça-feira, 24 de agosto de 2010

Quem quiser ( e souber) que responda

Agora, que os EUA estão a retirar as suas tropas do Iraque é altura de perguntar. O Iraque está melhor do que antes da invasão anglo-americana em 2003? Há mais democracia? Há paz? Sunitas e xiitas vivem em harmonia? Já não morrem diariamente dezenas de civis, em resultado da violência? O país está mais próspero? Diminuiu a pobreza? As receitas do petróleo estão a ser utilizadas em favor dos iraquianos? Quantas armas de destruição maciça foram encontradas? A morte de Saddam resolveu os problemas do terrorismo e trouxe paz ao Médio Oriente?
Algumas destas perguntas talvez sejam disparatadas, mas não são mais do que as feitas por alguns portugueses em relação ao actual governo.
"Estamos melhor do que há cinco anos?"- perguntam alguns. Claro que não estamos, mas qual é o país do mundo que está hoje melhor do que há cinco anos?

8 comentários:

  1. Não haverá paises melhores que há cinco anos, mas também quem contribuiu para que houvesse melhoras???

    ResponderEliminar
  2. Com o mal dos outros podemos nós bem...se não sabemos arrumar a nossa casa como podemos arrumar, ensinar ou ajudar a arrumar, a dos outros?

    ResponderEliminar
  3. A questão da invasão do Iraque não tem só a ver com os considerandos que mencionou. Mas sim que, o regime de Saddam tinha veleidades de ser a potência na região e que se preparava para possuir armas nucleares para afrontar Israel e provocar o Ocidente. Ou a guerra com o Irão e a invasão do Kuwait foi só por capricho? Com a anexação daquele país, havia a possibilidade do acesso ao mar.

    O que se seguiu e ainda continua; é uma guerra civil com a Al-Qaeda pelo meio, porque não desejam um regime fora da sua influência etnica-religiosa.

    Bem, quanto ao nosso país alguma coisa foi feito, mas a conjuntura internacional é difícil. Mas podia-se ter feito mais.

    ResponderEliminar
  4. Recuso-me a aceitar que pelo menos a Democracia e as liberdades tenham piorado, relativamente a um regime musculado, praticamente ditatorial, como o de Sadam.
    Quanto ao resto, essa democracia e essa liberdade também tem os seus custos. Há quem as prefira a tudo o resto.
    .

    ResponderEliminar
  5. O verdadeiro desafio do Iraque vem agora...
    Quantos Sadamm's surgirão?

    ResponderEliminar
  6. Carlos

    Os enviesamentos, os erros de paralaxe podem ser escritos por um nobel da literatura, mas não deixam de ser enviesamentos e erros. Aliás, bem escritos até se percebem melhor.

    :)))

    ResponderEliminar
  7. Carlos,
    Considerando que ao falar no mundo se refere à Europa, acho que poderei indicar-lhe alguns que melhoraram nestes 5 anos, não obstante a crise internacional.
    Dir-me-à que são todos sociais democracia e na maioria monarquias constitucionais, mas é o que acontece. São eles, por ex., Dinamarca, Noruega, Finlândia, Suécia...
    Mas e para não me alongar mais, fora da Europajulgo que podemos referir o Brasil e Chile.
    Beijo

    ResponderEliminar
  8. Bacouca: Dos países que cita, apenas a Noruega e o Brasil realmente estão melhores. Suécia, Dinamarca e Chile, posso assegurar-lhe ( estive em todos há menso de um ano) que não. Pelo menos, é esse o sentimento das pessoas que lá vivem...

    ResponderEliminar