domingo, 15 de agosto de 2010

Ainda o Muro da Vergonha alfacinha

A estação de Metro Saldanha II foi inaugurada há precisamente um ano. Pensou-se que finalmente voltaria a ser possível circular pela Duque d’Ávila, mas a avenida continua cortada dos dois lados da Av. da República, por uma espécie de Muro de Berlim duplo que transtorna a vida a automobilistas e peões e põe a cabeça em água aos comerciantes que não se cansam de somar prejuízos.
Dos dois lados da Duque d’Ávila criaram-se parques de estacionamento espontâneo . Os arremedos de arranjos junto ao Corte Inglês deixaram a zona num pandemónio onde é perigoso circular- principalmente à noite- devido à falta de sinalização vertical e horizontal . É inadmissível que uma das vias de circulação mais importantes de Lisboa ( dizem-me que logo a seguir à segunda Circular) continue naquele estado. Pior ainda…que não se saiba quais são os planos da Câmara para aquela zona, transformada em estaleiro desde que começaram as obras de ligação entre as Linhas Amarela e Vermelha do Metro em 2004!
Os senhores da autarquia comportam-se como os putos que desarrumam tudo para brincar e depois só perante a ameaça dos progenitores voltam a por tudo no sítio. Num qualquer país civilizado, a população já teria reagido em conformidade. Por cá, as pessoas criticam, lamentam, mas calam-se. É por isso que quem está no poder ( seja nas autarquias, seja no governo) se marimba para as populações.
Em Janeiro já tinha escrito sobre este assunto, mas nunca é demais insistir...

2 comentários:

  1. Meu caro,
    Estou totalmente de acordo consigo.
    No entanto já se sabe muito bem o que a Câmara quer para a Av Duque de Ávila e zona envolvente.
    A descrição seria longa. Mas pode ter uma ideia, se se quiser dar ao trabalho de ir ao meu blog e ler o ultimo post que coloquei sobre este assunto e onde estão links com os projectos que vão ser iniciados na Duque de Ávila:
    http://sociallaranjinha.blogspot.com/2010/08/debate-sobre-av-duque-de-avila-e-zona.html
    Nesse post faço um resumo daquilo que a Câmara quer fazer nessa zona e principalmente os motivos da contestação da população que não tem estado parada.
    Estamos muito preocupados com o que se vai passar na Duque de ávila mas principalmente com o que a Câmara quer fazer na Av. João Crisóstomo e que passa pela introdução de 2 sentidos de trânsito nessa Avenida reservados a transportes públicos(autocarros) e residentes.

    ResponderEliminar
  2. Ainda ontem passei por lá, e lembrei-me desse post e da vergonha que aquilo é realmente.

    Bem como pela antiga Feira Popular, que ia para uns terrenos em Monsanto, e nunca mais resolveram um assunto, enquanto daqueles terrenos ninguém sabe ao certo o que vai sair dali!

    Cambada de inaptos!

    ResponderEliminar