segunda-feira, 19 de julho de 2010

O verso e o reverso

Não divulgar as fontes é um dos princípios básicos do jornalismo, mas não é sério publicar uma conversa com a fonte, como se de uma entrevista se tratasse.
Se a fonte reage insultando o jornalista e negando o conteúdo da conversa, o jornal tem obrigação de defender o jornalista. Limitar-se a dizer que a conversa está gravada, não a publicando, lança forçosamente a dúvida sobre a idoneidade do jornalista. Dúvida agravada, quando o jornal divulgou escutas telefóncas ( supostamente truncadas...) recorrendo a métodos pouco éticos e ignorando uma providência cautelar.
O resto é poeira que alguns escribas de serviço tentam atirar-nos para os olhos, sabe-se lá com que insondáveis interesses...

5 comentários:

  1. (será que isto tem a ver comigo?)

    Não deve estar a comentar, neste seu post, o meu debate com o Presidente da ANF, pois não?

    Espero que não!

    ResponderEliminar
  2. Rogério: Não assiti a esse debate, ou então não me recordo. Mas ANF não tema a ver com Farmácias?

    ResponderEliminar
  3. Caro Carlos,
    Desculpe a minha descoordenação. Só agora é que o debate "foi para o ar"... e tem a ver com o encerramento de farmácias nos meios rurais (nomeadamente em Alvega...)

    ResponderEliminar