segunda-feira, 24 de maio de 2010

Viva o Rei!


Em entrevista ao DN, D. Duarte Pio disse:
“Tornar obrigatória a educação sexual resume-se a dizer: forniquem à vontade”.
Porque nutro grande simpatia por D. Duarte, é com satisfação que constato que a sua linguagem está cada vez mais plebeia, mas espero nunca o ver candidatar-se a presidente da República.
Lamento é que Sua Majestade, apesar da sua provecta idade, ainda não tenha percebido que o objectivo da educação sexual nas escolas é exactamente o inverso do que ele pensa.
As pessoas- incluindo os jovens- já fornicam à vontade, mesmo entre a nobreza. O objectivo da educação sexual é precisamente explicar que a fornicação deve ser um acto responsável. Se nem ele nem a sua digníssima esposa perceberam isto, então pode acontecer que um dia destes tenham uma surpresa lá em casa.

10 comentários:

  1. Olá Carlos, desculpe mas esta está de mestre!!! DELICIOSA POSTAGEM... Estou aqui farta de rir, pelo que lhe digo que já devo ter perdido umas quantas rugas à conta disto.
    ABraço

    ResponderEliminar
  2. Há quem não consegue aprender só com
    teorias...

    ResponderEliminar
  3. Ai, um net@ do ex-futuro-rei era lindo!!!

    Mas pronto, se calhar o que ele queria dizer é que devia haver autorização régia para o fornicanço... Para manter a moral e os bons costumes, está claro!

    ResponderEliminar
  4. O post está "baril"
    Fiquei comos olhos nessa coroa...

    Não tem um aspecto fálico? Em que cabeça assentará?

    ResponderEliminar
  5. Pela quantidade de filhos que o homem tem, sempre pensei que fosse a favor da livre fornicação.
    Aproveito para dizer que fornicação é uma palavra horrorosa. Só pode ter sido inventada por alguém que não gosta de sexo.

    ResponderEliminar
  6. Mas quem é que fica surpreendido com estas tontices?
    O homem passou a vida a pensar que é rei!
    Normalmente, pessoas que dizem essas coisas, são medicadas e internadas.

    ResponderEliminar
  7. Que tristeza de declaração!
    Há gente que me envergonha.

    ResponderEliminar
  8. Triste daquele que não enxerga o que está à sua frente.

    Beijinhos doces, Ava.

    ResponderEliminar
  9. Mas essa educação na escola deve ser feita por professores com à-vontade e conhecimentos para o fazerem, não pode ser imposta por dar jeito para completar horários.
    Educar sexualmente não é falar apenas em sexo, tem que haver uma componente sobre afectos.

    ResponderEliminar