quinta-feira, 6 de maio de 2010

Por uma cidade melhor


Algumas câmaras municipais portuguesas dão aos seus munícipes a possibilidade de intervir na gestão da autarquia, através do Orçamento Participativo.
Palmela foi a primeira autarquia a lançar a iniciativa, em 2003, tendo a CM de Lisboa conferido aos lisboetas a possibilidade de pela primeira vez apresentarem propostas e votar projectos, num valor máximo de 5 milhões de euros, em 2008. Apesar de esta possibilidade de intervenção directa na vida da cidade ainda ser pouco conhecida por parte da maioria dos lisboetas, tem vindo a aumentar o número de cidadãos que apresentam propostas, discutem e votam projectos para Lisboa.
Começa hoje o período de apresentação de propostas para o Orçamento Participativo 2011, podendo ser apresentadas ideias até ao dia 30 de Junho.Chegou a altura de intervir , em vez de se refugiar na crítica. Para informações sobre a forma de participar, visite o site da Câmara Municipal de Lisboa.
Outras cidades, como Faro, Braga ou Viana do Castelo também já lançaram o Orçamento Participativo. Não fique de braços cruzados, ajude a construir uma cidade melhor. Se a sua autarquia ainda não criou o Orçamento Participativo, que tal ir a uma reunião da Assembleia Municiapal e apresentar a proposta?

3 comentários:

  1. Não sabia, mas será que não é preciso mais qualquer coisa... ;)

    ResponderEliminar
  2. Carlos,
    A maioria fica de braços cruzados porque não se estão para chatear mas depois de verem obra feita chateiam com criticas.

    ResponderEliminar
  3. Uma excelente ideia, e há mais quem participe e que intervém, do que se julga.

    ResponderEliminar