sábado, 29 de agosto de 2009

Viciante, eu?


A Luísa e a Maria do Sol ofereceram-me este selinho com a minha fotografia. Gostei da foto e de ser acusado de ter um blog viciante. Sempre há vícios piores, não é?

Eu tinha escrito há dias que não daria seguimento a mais desafios , mas sou um fraco e como tenho um tempinho disponível, vou cumprir as regras:

1) Indicar três compromissos com o futuro

- Comprometi-me a jantar com uns amigos esta noite numa esplanada catita perto do Rochedo.

- Tenciono fazer um esforço para manter o vício dos muitos que me visitam e, se possível, viciar mais alguns.

-Tenciono celebrar, na próxima semana, o segundo aniversário do Rochedo.

2) Atribuir o selo a 10 blogs. Em virtude de se aproximar a campanha eleitoral, decidi atribuir o selo a 10 blogs essencialmente vocacionados para a política, de áreas muito diversas, mas que gosto de visitar. Embora muitas vezes discorde do que se escreve em alguns destes blogs, isso não significa que não os leia com prazer. Aqui vão os nomes:

31 da Armada; A Barbearia do Senhor Luís; A Nossa Candeia; Abluente; Arrastão; Corta-fitas; Defender o Quadrado; Der Terrorist; Direito de Opinião; Estado Sentido; Exílio de Andarilho; Jugular; Jumento; Lobi do Chá; O País do Burro; O tempo das cerejas; Salvoconduto; Vilaforte.

Já sei que ultrapassei os 10 mas, como recebi dois selinhos, penso que tenho direito ao bónus.

23 comentários:

  1. Segundo aniversário do CR? A festa tem que ser de arromba!

    ResponderEliminar
  2. Como diz a música...Carlos:
    Você é meu caminho
    Meu vinho
    Meu vício desde o início
    Estava você
    Meu balssamo benigno
    Meu signo
    Meu guru porto seguro
    onde eu voltei
    Meu mar e minha mãe
    Meu medo e meu champanhe
    Visão do espaço sideral
    Onde o que eu sou se afoga
    Meu fumo e minha ioga
    Você é minha droga
    Paixão e carnaval
    Meu Zen meu bem meu mal
    Meu Zen meu bem meu mal
    Meu Zen meu bem meu mal

    Beijinhos viciantes

    ResponderEliminar
  3. Parabens pelos selinhos Carlos,
    Muito merecidos porque afinal estamos sim, todos nós, os seus leitores, total e completamente viciados neste Rochedo.

    ResponderEliminar
  4. Mais forte que o ópio:
    alivia dores graças ao efeito analgésico, produz euforia e induz à estado hipnótico e dependência :o)

    ResponderEliminar
  5. Concordo plenamente com o selinho. Mas não te sabia tão fotogénico:))

    ResponderEliminar
  6. Obrigada, Carlos, pela resposta. Vício será sempre. E mais ainda com promessas de festejos de anos… ;-D

    ResponderEliminar
  7. "vocacionados para a política":) vou fazer um esforço e ler um a um para poder ter opnião.Estão bem recomendados;)

    ResponderEliminar
  8. Carlos

    E por falar em prêmios, há um selinho muito especial para o "Crônicas do Rochefo" esperando por você lá no "Em prosa e verso".
    Por favor, dê uma passadinha por lá para retirá-lo.

    ResponderEliminar
  9. Obrigado, Carlos... este selinho é lindo! ... A Nossa Candeia acaba de se tornar viciada também no Crónicas do Rochedo. Um abraço :)

    ResponderEliminar
  10. Caro Carlos,
    Em nome do Vila Forte, agradeço a distinção.É uma honra.
    abraço

    ResponderEliminar
  11. Muito bem!
    Parabéns e um beijinho.

    ResponderEliminar
  12. Obrigada, Carlos. Fraquezas que deixam os outros felizes s~~~~ao sempre bem-vindas :)

    ResponderEliminar
  13. Caro Carlos,

    Quando recebi o seu comentário, estava eu no Guincho - imagine.

    Muito obrigado pelo prémio. E parabéns ao Rochedo.

    JCS

    ResponderEliminar
  14. Tenho um presentinho para amigos e seguidores no Blog: PRA VOCÊ COM CARINHO.

    Beijo.

    Jacque

    ResponderEliminar
  15. Obrigado pela referência ao Vila Forte.
    É um prazer e uma responsabilidade contá-lo entre os nossos leitores.
    Abç

    ResponderEliminar
  16. Carlos, prémio justamente atribuído, parabéns! Eu diria que o "Crónicas do Rochedo" tem a virtude de nos seduzir.
    Finalmente encontrei a letra da canção (28), SAG WARUM - Camillo Felgen, em francês e vou transcrevê-la, aqui, por ter havido vários pedidos e colocando no devido “post” talvez não fossem ver, espero que o Carlos não se importe.
    Ao juntar a letra da canção à audição no contexto do filme, "Lágrimas amargas de Petra Von Kant", de Fassbinder, eu senti algo muito especial….
    Dis pourquoi
    la nuit je m en vais
    je suis seul
    et demande pourquoi
    les jours s en vont
    quand je ne vois rien
    et je me demande : pourquoi?

    tu es partie, mais ou?
    je t ai souvent appelee
    mais toi tu es restee muette
    tu ne sais pas
    comme je suis seul
    et je me demande pourquoi, dis pourquoi?
    oh oui, ce serait beau
    etre pres de toi
    marcher avec toi
    pourtant je suis si seul
    toujours seul
    et je me demande pourquoi, dis pourquoi ?

    Parabéns aos comtemplados pelo Carlos - não seria para qualquer um.

    ResponderEliminar
  17. Caro Carlos,
    Integrei o agradecimento pela distinção no post "Bons Vícios" do A Nossa Candeia... Um grande abraço :)

    ResponderEliminar
  18. Gracias amigo pela citação. Estupendo o post do país em crise. É o que me relatou quem chegou este fim-de-semana do "quadradinho". Continuamos a viver a fiado do que ainda nNao recebemos. Triste sorte de um país sem norte.

    ResponderEliminar
  19. Viu, como toda a gente acha merecido o prémio?

    E a fotografia é de quem passa horas a ler e não a escrever eheheh

    :)))))

    ResponderEliminar
  20. Caríssimo, vejo que, mais uma vez, nos distingue. Imerecidamente, diga-se pois há por aí muito melhor. De qualquer modo, obrigado.

    ResponderEliminar